Seguidores

sexta-feira, 24 de junho de 2022

Unificação Alemã - História Mundial


#diplomacia #diplomata #cacdista #cacd #historiamundial #unificacaoalema #europa #continente

Ao estudar história mundial, no Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, nossos alunos compreendem diversos acontecimentos no continente europeu. Sobre a Unificação Alemã (1871), por exemplo, deve-se conhecer a figura de Otto von Bismarck. Este, militar e diplomata prussiano, influenciou tanto na Guerra Austro-Prussiana (1866) como na Guerra Franco-Prussiana (1870-1871). Como consequência de sua atuação política, criou-se o Segundo Império Alemão, sob o comando do imperador Guilherme I. Afirma-se que, a princípio, Bismarck desejava que a Alemanha fosse vista como uma potência satisfeita. Em meio aos projetos executados naquele contexto, complementarmente, é fundamental assimilar o que foi a Liga dos Três Imperadores, a Tríplice Aliança, o Tratado de Resseguro etc. Vocês, queridos CACDistas, sabem por que Bismarck era chamado de “Chanceler de Ferro”? Entendem a diferença entre “Realpolitik” e “Weltpolitik”? Memorizaram datas como o começo e o fim do Segundo Reich? Enviem um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com, de modo a matricular-se em nossos cursos de Coaching e Redação. O professor Maurício Costa (@malcosta) terá prazer em ajudá-los.


 

quinta-feira, 23 de junho de 2022

Energia - Geografia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #geografia #energia

Os alunos do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático aprendem sobre energia, assim como elaborar um texto de terceira fase, em geografia. O candidato, por conseguinte, deve dominar as principais matrizes energéticas, visto que a banca examinadora pode citar exemplos de fontes, de países, de quem as utiliza mais, de diferenciação entre as fontes renováveis e as não renováveis etc. Por exemplo, o examinador pode citar urânio, biomassa, petróleo, carvão, comparar a utilização energética na indústria, no transporte, nas residências, distinguir as energias limpas/poluentes de diferentes Estados. Nesse último caso, recomendamos que vocês, futuros diplomatas, conheçam não apenas os assuntos que façam referência ao Brasil, mas também aos Estados Unidos, aos países da União Europeia, à China, à Índia, ao Oriente Médio, à Rússia. Querem exemplos? Cana-de-açúcar no Brasil, urânio no Irã e xisto nos Estados Unidos. Também informamos que assuntos energéticos podem ser conectados a outros pontos do edital, como meio ambiente, geopolítica, economia. Para mais informações, entrem em contato conosco pelo contato@dialogodiplomatico.com. O professor Maurício Costa (@malcosta) terá o prazer de ajudar na sua preparação.


 

quarta-feira, 22 de junho de 2022

Expressões - Português/Redação


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #portugues #redacao #linguaportuguesa #escrita #redigir #escrever #expressoes

O sentido das palavras liga-se à tradição e ao contexto de seu uso. Assim, temos vocábulos e expressões (locuções) que, por seu continuado emprego com determinado sentido, passam a ser usados sempre em determinado contexto e de determinada forma, tornando-se expressões de uso consagrado. O esforço de classificar expressões como de uso a ser evitado ou como de uso recomendável atende, primordialmente, ao princípio da clareza do texto, mas de nenhuma forma pode ser considerado a solução para todos os problemas de propriedade vocabular na segunda fase doa CACD. Ao mesmo tempo em que é possível elaborar lista não exaustiva de expressões de uso recomendável, é preciso considerar que não se trata, em nenhuma hipótese, de proibição de uso de qualquer expressão. Trata-se sempre e exclusivamente de conhecer o sentido correto do vocábulo, entender sua relação semântica, fazer uso da expressão sempre no contexto adequado e evitar a inadequação dos níveis de linguagem. Não existe proibição de uso de termos nem todos os termos usados de forma inadequada são substituíveis por outro termo. Em diversos casos, o problema de propriedade vocabular decorre da incorreta estruturação do raciocínio, geralmente fundamentada em linguagens de área, linguagem literária, linguagem coloquial e no excesso de uso de figuras de linguagem. Aos que tiverem interesse em matricular-se no Curso de Redação do Diálogo Diplomático, com o professor Maurício Costa (@malcosta), escrevam para contato@dialogodiplomatico.com.


 

terça-feira, 21 de junho de 2022

Capacidades - Direito Interno


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #direitointerno #direitocivil #capacidade #personalidade #civil #juridico

Em direito interno, os alunos do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático aprendem a diferenciar as capacidades de direito e civil. No primeiro caso, a partir do seu nascimento, a pessoa está apta para adquirir direitos e obrigações no âmbito jurídico. No segundo, por outro lado, é necessário que exista aptidão para praticar os direitos e as obrigações adquiridos. São estudadas, dessa maneira, três tipos de situações, as quais englobam pessoas absolutamente incapazes, relativamente incapazes e capazes. Alguns exemplos são os menores de 16 anos, as pessoas sem desenvolvimento mental, os toxicômanos, os pródigos, entre outros. De modo a obter entendimento dessa parte da matéria, o candidato precisa conhecer alguns pontos do Código Civil brasileiro. Por essa razão, caríssimos seguidores, se vocês quiserem ter um acompanhamento, na preparação para o CACD, que envolva leituras, revisões, exercícios, dicas e técnicas de prova, o professor Maurício Costa (@malcosta) pode contribuir. Matriculem-se pelo contato@dialogodiplomatico.com.


 

segunda-feira, 20 de junho de 2022

Comércio Exterior - Economia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #economia #comercioexterior

Dado que instrumentos de política comercial são tópicos presentes na matéria de economia, seus temas são estudados no Programa de Coaching do Diálogo Diplomático. Iniciamos com as tarifas, as quais são impostos que podem ser cobrados na importação e na exportação de um produto, tanto de forma “ad valorem” como de forma específica. Em seguida, compartilhamos os subsídios, os quais são caracterizados quando o governo renuncia um recebimento que teria direito e/ou quando utiliza um aporte financeiro. Por fim, fazemos alusão às quotas, que significam uma restrição na quantidade das importações. De igual modo, o aspirante à carreira de diplomata precisa compreender a lógica do que pode acontecer quando uma economia é aberta e quando uma economia é fechada, tal como a estrutura de seus diferentes gráficos. Matriculem-se em nossos cursos de Coaching e Redação, com o professor Maurício Costa (@malcosta), e estudem economia em suas perspectivas micro, macro, brasileira e internacional, queridos CACDistas. Nosso e-mail é contato@dialogodiplomatico.com.


 

sexta-feira, 17 de junho de 2022

Revolução de Avis - História do Brasil


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #historiadobrasil #portugal #revolucaodeavis #europa

Quando os alunos do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático treinam questões discursivas, eles aprendem sobre antecedentes e contextualizações. Antes de compreender a chegada dos portugueses ao Brasil, em HB, por exemplo, é fundamental conhecer a Revolução de Avis. Entre os anos 1383 e 1385, houve uma crise, uma vez que o último rei da dinastia de Borgonha, dom Fernando I, morreu sem deixar descendente do sexo masculino. Conquanto tivesse uma filha, d. Beatriz era casada com dom João I, rei de Castela. Existia, desse modo, uma ameaça de união dinástica entre Portugal e esse reino. Afirma-se que houve uma guerra entre Portugal e Castela, cuja vitória de dom João inaugurou a chamada dinastia de Avis (1385-1580). Segundo Francisco Carlos Teixeira da Silva, essa conquista representou “um abandono da política de expansão na península Ibérica, uma aliança mais estreita com o mundo dos negócios, dos ofícios e ‘mesteres’ – embora fosse mantida a pressão em direção a uma saída dos limites estreitos do reino.”. Caros aspirantes à carreira de diplomata, se vocês visam a preparar-se para as distintas fases e disciplinas do CACD, o professor Maurício Costa (@malcosta) poderá contribuir. Redijam um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com.


 

quinta-feira, 16 de junho de 2022

Direitos Humanos - Política Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #politicainternacional #direitoshumanos

No Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, não apenas as bases, mas também as atualidades relacionadas a direitos humanos são aprendidas, em política internacional. No século XVIII, tanto na Revolução Americana quanto na Revolução Francesa, foram criados documentos que defendiam algumas liberdades, apesar de serem em bases internas. No âmbito do fim da Segunda Guerra Mundial, percebeu-se a gravidade dos atos de violência, o que elevou tal conjuntura ao debate internacional. Seguem, portanto, alguns pontos para entendermos os DH no atual cenário: artigo I da Carta da ONU, Declaração Universal dos Direitos Humanos, Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, Pacto Internacional de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais, Comissão/Conselho de Direitos Humanos, entre outros temas. Vale recordar que os direitos humanos são classificados em primeira geração, segunda geração e terceira geração. Vocês sabem diferenciar cada uma delas, futuros secretários? Sabem identificar as atividades da Comissão, do Conselho, o número de membros e quem tem ligação com o ECOSOC e quem tem ligação com a AGNU? Qual foi substituído? O professor Maurício Costa (@malcosta) pode auxiliá-los por meio de leituras, revisões, exercícios, simulados, atualidades, dicas e técnicas de prova. Interessaram-se? Escrevam para contato@dialogodiplomatico.com.