Seguidores

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

DICAS PARA HISTÓRIA MUNDIAL NO TPS

História Mundial é uma matéria importante na primeira fase do CACD. No atual modelo do concurso, HM aparece somente no TPS como matéria específica, o que aumenta significativamente sua importância estratégica. Além de ser um suporte mais do que necessário para Política Internacional, a prova de HM pode contribuir para a compensação de algumas "cascas de banana" nas provas de português e inglês.

Quem me conhece sabe que defendo ferrenhamente a leitura das quatro Eras, de Hobsbawn, para o TPS. Sim, há pessoas que foram aprovadas no TPS sem nunca terem sequer passado perto de um exemplar das Eras. Tais aprovados, entretanto, certamente não tinham graves limitações em inglês e podiam se dar ao luxo de arriscar o erro em uma ou duas questões de HM ou, simplesmente, a sorte os ajudou. Infelizmente, tenho amigos que foram eliminados no TPS 2007 por discordarem da interpretação da resposta do gabarito oficial. E a interpretação coincide com a de Hobsbawn... Seria por acaso?

História é uma disciplina controversa, ninguém discorda disso. No TPS, entretanto, precisamos responder a uma prova que nos cobra o "certo ou errado". Para piorar a situação, a bibliografia é contraditória: muitos autores dizem exatamente o contrário de outros. É preciso, portanto, mais do que estudar para a prova, ESTUDAR A PROVA. Os concursos cujo TPS foi elaborado pelo CESPE, desde 2003/2, sistematicamente adotam as interpretações das Eras: textos motivadores, periodizações, interpretações dos processos... Tudo coincide com as Eras!

Acredito que não há na bibliografia de HM nenhuma outra obra de tanto fôlego a respeito dos principais temas históricos dos últimos 250 anos de história.Os principais fatos e processos ali estão debatidos, da política à cultura (cultura está no programa, fiquem atentos pra isso, algo me diz que vai ressurgir no próximo ano). A recomendação que faço é de ler cada uma das Eras duas vezes, se possivel. É muito importante ficar atento às interpretações dadas por Hobsbawn a muitos fatos (este ano a tomada do poder pelos fascistas italianos foi tema polêmico na prova, mas o gabarito está de acordo com Hobsbawn). Outras obras podem ser utilizadas subsidiariamente para a consoidação das cronologias e dos fatos, mas nunca esqueça que as interpretações são das Eras!

Se você não gostar da leitura ou discordar, que pena... he he he! Eu não gostei de muita coisa que li e discordei de muitas outras, mas o momento de discordar não é a prova. No concurso, o importante é ser aprovado.

Para além das quatro Eras... Vamos a recomendações de leitura complementar:

Sombra Saraiva-Relações Internacionais-Dois Séculos de História: tão indispensável quanto Hobsbawn (nunca esqueçam que o CESPE é da UnB);

Paulo Vizentini-História do Século XX, O Descompasso Entre as Nações, Da Gerra Fria à Crise: são livros úteis para uma boa revisão. Vizentini tem um poder de síntese louvável, sem passar nem perto da mediocridade;

Tulio Halperin Donghi- História da América Latina: é o segundo pior livro que li em toda bibliografia em termos de qualidade de escrita, mas a quantidade de informação é realmente incomparável. Para HAL eu considero indispensável.

Hobsbawn-Nações e Nacionalismo: dispensa apresentações. Desenvolve com profundidade uma parte importante das Eras a respeito da formação dos estados nacionais.


Há outras leituras que fiz, mas que não considero indipensáveis para um TPS seguro em HM. Espero que esta lista ajude a direcionar as leituras.

Por último, não esqueçam, muitos dos tópicos de HM coincidem com PI e muitas indicações de bibliografia do concurso fazem parte do programa de ambas as disciplinas. Muita atenção, meus caros, pois um bom estudo de HM pode garantir os décimos que vão eliminar seus concorrentes.

10 comentários:

Domeniko disse...

A leitura das Eras realmente é importante, mas para quem não tem muita base de HM, seria bom antes estudar em livros mais simples, já que Hobsbawn não é exatamente didático. Sombra Saraiva é um excelente ponto de partida.

Continue assim, diálogo diplomático!

Anônimo disse...

Maurício Gene Simmons, The Rock Soldier,

Acho sempre bom ressaltar o seguinte: o "senso comum teórico" que orienta a banca de HM, dominado por preferências de Sombra Saraiva, é o da análise da História Mundial SOB O PONTO DE VISTA DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS. No TPS, é esta a visão predominante e que deve orientar o estudo. Daí a importância primordial do livro "História das Relações Internacionais Contemporâneas".

Anônimo disse...

Maurício,
quando é que vc vai comentar sobre POLÍTICA INTERNACIONAL?

M-A-C disse...

Semana que vem.
;-)

Anônimo disse...

qual foi o pior livro?

leonard christy disse...

os dois livros de história do burns também me parecem ser muito bons, principalmente para quem não tem uma boa base descritiva de HM. Alguns candidatos ainda utilizam um livro de ensino médio... 1000 questões de história, que está à venda no website da livraria cultura.... é um livro de testes e com muitos deles vindos das eras do Hobsbawn.... é uma boa pedida para treinar.... agora, faço minhas as palavras de outro post.... gostaria de ler as sugestões de pi....

Anônimo disse...

Prezado Rapaz-Lógico-Racional,
Eu simplestmente estou saturado dessa discussão se as Eras são interessantes ou não. Lá em "Coisas da Diplomacia" tentaram até fazer uma análise científica e estatística provando a desnecessidade de Hobsbawn.
Mas, putz, esse tema já está esgotado! Cabe ao candidato decidir o que é melhor para si. Eu acho que o melhor pra mim é ler o Hobsbawb, motivo pelo qual li todas as Eras em inglês. E ponto final. Se discordarem, que não leiam as Eras!

Anônimo disse...

MAU
MAU
MAURÍCIO,

JÁ É HORA DE COLOCAR SUAS PRECIOSAS DICAS DE POLÍTICA INTERNACIONAL NO BLOG, NÃO É?

D4N1L0 disse...

Gente tenho 17 anos apartir do ano que vem começo a faculdade de ECONÔMIA, mas meu grande interesse é diplomacia.
Bem quero começar a estudar para a prova desde já. gostaria que me ajudassem, se alguem tiver orkut sei la para podemos conversar eu agradeceria.
Pois preciso começar a comprar os livros e lelos e tudo mais .
PS: moro em SAMPA gostaria de saber se por aki tem algum local que faça curso (pré vestibular para a rio branco) pois fiquei sabendo que no rio tem uma escola destas.

markozz disse...

Olá amigos, sou neófito aqui rs.

Digam-em com sinceridade e por gentileza: considerando-se a bibliografia que indicam aqui no blog é necessária a aquisição de todos os manuais do candidato pelo MRE, ainda assim?