Seguidores

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Colonização - História do Brasil


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #historiadobrasil #colonizacao

No Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, estuda-se todo o período histórico brasileiro. A princípio, precisa-se conhecer o período pré-colonial (1500-1530). Nesse contexto, apesar do vasto território encontrado na América, os portugueses não viam muitas vantagens em administrá-lo integralmente, uma vez que seu contato inicial se resumia ao escambo com os nativos. Enquanto os europeus deixavam espelhos e colares, os indígenas ofereciam peles, animais e extração de pau-brasil. Após 1530, porém, os estrangeiros decidiram colonizar. Afinal, temia-se que franceses, espanhóis, ingleses e/ou holandeses pudessem conquistar o Brasil. Pode-se afirmar, além disso, que o comércio que Portugal realizava no Oriente teve retração. A solução, por conseguinte, estaria na busca de novos mercados. Com a decisão da Coroa de permanecer no território além-mar, iniciou-se sua administração. No Diálogo Diplomático, os tópicos do edital são aprendidos, revisados e treinados em questões. Se vocês, aspirantes ao serviço exterior brasileiro, querem uma vaga no próximo CACD, nós podemos contribuir com nossos cursos de Coaching e/ou Redação, com o professor Maurício Costa (@malcosta). Não deixem de enviar-nos uma mensagem pelo contato@dialogodiplomatico.com.


 

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Contabilidade Nacional - Economia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #economia #macro #contabilidadenacional #grafico #pib #brasil #mundo #internacional

No Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, tem-se contato com gráficos, bem como com seus conceitos, ao estudar economia. No tópico de contabilidade nacional, a título de exemplo, nossos alunos aprendem que o PIB (produto interno bruto) de um país pode ser representado de três formas: soma de todos os bens e serviços finais produzidos durante um período determinado, soma das rendas de todos os agentes econômicos de um período determinado, soma das demandas de todos os agentes econômicos de um período determinado. Como dica, recomendamos que os CACDistas tenham em mente aquilo que é chamado de identidade fundamental macroeconômica. Esta refere-se à seguinte fórmula: PIB = C + I + G + (X – M), o que significa dizer: produto interno bruto = consumo + investimento + gastos do governo + (exportação de bens e serviços – importação de bens e serviços). Tal teoria já foi relacionada no CACD, e suas argumentações podem ser utilizadas nas provas discursivas. Gostariam de estudar para as distintas fases e matérias do CACD, futuros secretários? Não hesitem em matricular-se em nossos cursos de Coaching e/ou Redação, com o professor Maurício Costa (@malcosta). Nosso e-mail é contato@dialogodiplomatico.com. 


 

quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Homônimos e Parônimos - Português/Redação


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #escrita #redacao #escrever #redacao #gramatica #palavra #vocabulo #homonimo #paronimo

Frequentemente, os candidatos têm dúvidas em relação uso de vocábulos distintos provocadas pela semelhança de pronúncia ou de grafia entre eles. Essas semelhanças decorrem da homonímia e da paronímia. A homonímia é a designação geral para os casos em que palavras de sentidos diferentes têm a mesma grafia (os homônimos homógrafos) ou a mesma pronúncia (os homônimos homófonos). Os homógrafos podem coincidir ou não na pronúncia, como nos exemplos: quarto (aposento) e quarto (ordinal), manga (fruta) e manga (de camisa), em que temos pronúncia idêntica; e apelo (pedido) e apelo (com e aberto, 1a pess. do sing do pres. do ind. do verbo apelar), consolo (alívio) e consolo (com o aberto, 1a pess. do sing. do pres. do ind. do verbo consolar), com pronúncia diferente. Os homógrafos de idêntica pronúncia diferenciam-se pelo contexto em que são empregados. Não há dúvida, por exemplo, quanto ao emprego da palavra são nos três sentidos: a) verbo ser, 3ª pess. do pl. do pres., b) saudável e c) santo. Palavras de grafia diferente e de pronúncia igual (homófonos) geram dúvidas ortográficas. Caso, por exemplo, de acento/assento, coser/cozer, dos prefixos ante-/anti-, etc. Caríssimos aspirantes à carreira de diplomata, se quiserem aprender a escrever segundo as exigências da banca examinadora do CACD, matriculem-se no Curso de Redação do Diálogo Diplomático, com o professor Maurício Costa (@malcosta), pelo contato@dialogodiplomatico.com.


 

terça-feira, 21 de setembro de 2021

ONU - Política Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #politicainternacional #organizacao #nacoesunidas #onu

Ao treinar questões discursivas no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, estuda-se a Organização das Nações Unidas (ONU), em política internacional. A Carta das Nações Unidas foi assinada em São Francisco, nos Estados Unidos, no dia 26 de junho de 1945, após o término da Conferência das Nações Unidas sobre Organização Internacional, a qual entrou em vigor no dia 24 de outubro daquele ano. Entre seus objetivos, estão a promoção da paz e da segurança internacionais, a relação amistosa entre seus membros, a cooperação dos Estados em assuntos econômicos, sociais, culturais, humanitários, os direitos fundamentais do ser humano. Deve-se saber, ademais, a estrutura institucional dessa OI, a qual conta com seis órgãos, que são a Assembleia Geral (AGNU), o Conselho de Segurança (CSNU), o Conselho Econômico e Social (ECOSOC), a Corte Internacional de Justiça (CIJ), o Secretariado e o Conselho de Tutela. Assim como as bases da ONU, é essencial acompanhar suas atualidades. Logo, futuros diplomatas, comunicamos que temos turmas para nossos cursos de Coaching e Redação, com o professor Maurício Costa (@malcosta). Falem conosco pelo contato@dialogodiplomatico.com


 

segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Reconhecimento de Governo - Direito Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #direitointernacional #estado #governo #reconhecimento

Na disciplina de direito internacional, os alunos do Programa de Coaching do Diálogo Diplomático estudam reconhecimento de governo. Esse processo tem a ver com acontecimentos no regulamento político de um país, tal como um golpe de Estado ou uma revolução. Ratifica-se que o reconhecimento será demandado se a mudança governamental ocorrer de maneira inconstitucional. Logo, se o governo que estiver no poder for o responsável por um golpe, ou se a troca for constitucional, não haverá necessidade de reconhecimento. Além disso, em relação ao reconhecimento de governo, afirma-se que tal ato é retroativo, unilateral, irrevogável e discricionário. No caso do Brasil, podemos ilustrar três situações. No ano de 1889, a Monarquia foi retirada, e o Brasil tornou-se uma República. Em 1930, um movimento foi responsável pela deposição de Washington Luís, cuja consequência foi a chamada “Revolução de 1930”, por meio da qual Getúlio Vargas permaneceu na presidência do Estado brasileiro até 1945, em sua primeira passagem. Em 1964, foi iniciado o período conhecido como “Regime Civil-Militar”. Com base nessas explicações, caros seguidores, a atitude de Vargas no ano de 1937 e a reeleição de Fernando Henrique Cardoso, em 1998, necessitaram do procedimento de reconhecimento de governo? Caso almejem preparar-se adequadamente para o próximo CACD, comunicamos que o professor Maurício Costa (@malcosta) abriu turmas para nossos cursos de Coaching e Redação. Aos interessados, escrevam para contato@dialogodiplomatico.com.


 

sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Divisão Internacional do Trabalho - Geografia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #geografia #divisaointernacionaldotrabalho #dit #materiaprima #fordismo #taylorismo #toyotismo

No Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, estuda-se a Divisão Internacional do Trabalho (DIT), em geografia. Ao avaliá-la em uma questão discursiva, a título de exemplo, o CACDista pode argumentar sobre a obtenção de matérias-primas, a elaboração de determinado produto e a sua distribuição em termos mundiais. É possível afirmar que o celular/computador por meio do qual você, caro seguidor, lê esta postagem é um exemplo de DIT. Afinal, várias partes desse produto podem ter sido produzidas em diferentes localidades, antes de chegar a você, consumidor final. Da mesma maneira, também se precisa conhecer nomes como Fordismo, Taylorismo, Pós-Fordismo, Toyotismo. Em meio a esses pontos, estão a produção em massa, a linha de montagem, a flexibilização, a desterritorialização, a produção por demanda, entre outros. Caso queiram aprender a redigir questões para provas de segunda e terceira fases do CACD, aspirantes ao serviço exterior brasileiro, relatamos que o professor Maurício Costa (@malcosta) abriu matrículas para nossos cursos de Coaching e Redação. Comuniquem-se conosco pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com.


 

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Unificação Alemã - História Mundial


#diplomacia #diplomata #cacdista #cacd #historiamundial #unificacaoalema #europa #continente

Ao estudar história mundial no Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, nossos alunos compreendem diversos acontecimentos no continente europeu. Sobre a unificação alemã (1871), por exemplo, deve-se conhecer a figura de Otto von Bismarck. Este, militar e diplomata prussiano, influenciou tanto na Guerra Austro-Prussiana (1866) como na Guerra Franco-Prussiana (1870-1871). Como consequência de sua atuação política, criou-se o Segundo Império Alemão, sob o comando do imperador Guilherme I. Afirma-se que, a princípio, Bismarck desejava que a Alemanha fosse vista como uma potência satisfeita. Em meio aos projetos executados naquele contexto, complementarmente, é fundamental assimilar o que foi a Liga dos Três Imperadores, a Tríplice Aliança, o Tratado de Resseguro etc. Vocês, queridos CACDistas, sabem por que Bismarck era chamado de “Chanceler de Ferro”? Entendem a diferença entre “Realpolitik” e “Weltpolitik”? Memorizaram datas como o começo e o fim do Segundo Reich? Enviem um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com e matriculem-se em nossos cursos de Coaching e/ou Redação, de modo a estudarem conosco para o próximo CACD. O professor Maurício Costa (@malcosta) terá o prazer de ajudá-los.