Seguidores

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Haiti - História Mundial


#cacd #diplomacia #diplomata #historiamundial #haiti #mre

Pode-se afirmar que a Revolução Americana, em um modelo instituído pela república, pelo federalismo, pelo presidencialismo e pela constituição, inspirou diferentes movimentos no continente americano. Um dos pontos estudados no Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, para exemplificar, faz referência ao Haiti. Este, país de dominação francesa, iniciou um processo de emancipação política no século XVIII, que se radicalizou quando o fim da escravidão foi decretado nas colônias da França. Como resultado, a insatisfação de escravos e ex-escravos concebeu sua independência política no início do século XIX, o que tornou o Haiti a primeira república negra das Américas. Complementarmente, apesar de o Haiti ser uma pequena ilha na América Central, o temor de sua influência na região fez com que se imaginasse que o “fantasma do haitianismo” pairaria na América escravocrata. Queridos CACDistas, entender os acontecimentos da história mundial não só lhes prepara para os 44 itens da primeira fase, mas também lhes cede conteúdo para as provas discursivas. Se vocês têm interesse em ser orientados semanalmente, portanto, o professor Maurício Costa (@malcosta) pode auxiliar. Enviem um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com.


 

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Artigo 4º da CF/88 - Direito Interno


#cacd #diplomacia #diplomata #direitointerno #constituicao #cf88

No treinamento de questões discursivas de direito interno, os alunos do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático aprofundam seu conhecimento quanto à Constituição Federal de 1988. Uma de nossas indicações, por exemplo, faz alusão ao seu artigo 4º, o qual informa que “A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais pelos seguintes princípios: independência nacional; prevalência dos direitos humanos; autodeterminação dos povos; não intervenção; igualdade entre os Estados; defesa da paz; solução pacífica dos conflitos; repúdio ao terrorismo e ao racismo; cooperação entre os povos para o progresso da humanidade; concessão de asilo político.”. Complementarmente, seu parágrafo único revela que “A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações.”. Aspirantes ao serviço exterior brasileiro, se vocês almejam preparar-se para as distintas fases e disciplinas do CACD, o professor Maurício Costa (@malcosta) poderá direcionar os seus estudos. Comuniquem-se conosco: contato@dialogodiplomatico.com.


 

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Anáfora e Catáfora - Português/Redação


#cacd #diplomacia #diplomata #portugues #linguaportuguesa #redacao #gramatica #mre #itamaraty #bsb

Pode-se afirmar que saber a diferença entre anáfora e catáfora capacita o candidato, ora para a fase objetiva, ora para a redação, uma vez que essa parte do edital está presente nos mais variados gêneros textuais. Por isso, no Curso de Redação do Diálogo Diplomático, aprende-se que, enquanto a anáfora faz referência a um vocábulo escrito anteriormente, a catáfora antecipa uma palavra que será mencionada. Vamos aos exemplos? Frase 1: “Os alunos do Diálogo Diplomático foram aprovados no CACD. Eles serão ótimos diplomatas.”. Frase 2: “A rotina dos novos secretários continha isto: leituras, revisões, aulas, atualidades, traduções e questões objetivas e discursivas.”. Ao ler essas duas orações, queridos CACDistas, vocês conseguem destacar onde há anáfora e onde há catáfora? Na anáfora, cujo objetivo é aludir-se ao que já foi citado, “eles” reportam-se a “alunos do Diálogo Diplomático”. Na catáfora, que cita aquilo que será apresentado, há o termo “isto”. Caros seguidores, vocês gostariam de ser orientados por meio de leituras, revisões, simulados, dicas e técnicas de prova? O professor Maurício Costa (@malcosta) abriu vagas em nossos cursos de Coaching e Redação. Falem conosco: contato@dialogodiplomatico.com.


 

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

PAEG - Economia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #economia #paeg

Ao estudarem economia brasileira, os alunos do Programa de Coaching do Diálogo Diplomático aprendem a definição de Plano de Ação Econômica do Governo (PAEG), gestão da administração Castelo Branco (1964-1967). Em termos econômicos, esse projeto tencionava baixar a inflação, realizar reformas que pudessem modernizar a economia brasileira, desenvolver o crescimento econômico, entre outros. É possível afirmar, ademais, que esses esforços prepararam a estrutura que resultou no chamado “Milagre Econômico”. Em meio às reformas do PAEG, estavam a reforma tributária e a reforma financeira. Na reforma tributária, o governo estipulou disciplina fiscal por meio da carga tributária, que aumentou o PIB, ampliou a base do IRPF, utilizou o FPEM. Quanto à reforma financeira, com a intenção de elevar o nível de poupança da economia brasileira, o aumento da intervenção do Estado pôde ser verificado. Como exemplos, constatam-se a extinção da Lei da Estabilidade, da Lei da Usura, da SUMOC; a criação do FGTS, do BCB, do CMN. Finalmente, houve a participação da poupança privada, da poupança do governo e da poupança externa. Depreenderam, caríssimos seguidores, que utilizamos vocábulos próprios da economia. Logo, se quiserem uma preparação que englobe as diferentes fases e matérias do CACD, com leituras, revisões, exercícios, simulados, dicas e técnicas de prova, o professor Maurício Costa (@malcosta) poderá ajudá-los. Escrevam-nos: contato@dialogodiplomatico.com.


 

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Cisplatina - História do Brasil


#cacd #diplomacia #diplomata #historiadobrasil #guerra #cisplatina #mre

No Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, nossos alunos aprendem a desenvolver argumentos, em até 90 linhas, de acordo com o que cada disciplina exige. Ao estudar o que motivou a Guerra da Cisplatina (1825-1828), em história do Brasil, por exemplo, precisa-se saber que Brasil e Argentina disputaram o território do atual Uruguai, região pleiteada pelas coroas de Portugal e da Espanha desde a fundação da Colônia do Sacramento, em 1680. Conquanto a guerra tenha durado apenas cerca de três anos, a insatisfação popular em relação a Dom Pedro I havia-se elevado, uma vez que se acreditava que o governo imperial aumentaria a cobrança de impostos com o objetivo de financiar o conflito, ademais de gerar prejuízo em relação a possíveis mortes. A pressão pública ocorreu. O Brasil, entretanto, envolveu-se na luta armada. Após reuniões entre representantes do Império do Brasil e das Províncias Unidas do Rio da Prata, decidiu-se o fim das hostilidades. Consequentemente, em agosto de 1828, foi firmado o Tratado do Rio de Janeiro, responsável pela criação da República Oriental do Uruguai. Nesse contexto, por efeito da participação da Inglaterra nas negociações, consagrou-se o dizer de um mediador inglês: “Colocamos algodão entre dois cristais.”. Futuros secretários, o professor Maurício Costa (@malcosta) pode ajudá-los a preparar-se para as diferentes fases e matérias do CACD. Para mais informações, falem conosco pelo contato@dialogodiplomatico.com.


 

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Idealismo x Realismo - Política Internacional


#cacd #diplomacia #diplomata #tri #relacoesinternacionais #idealismo #realismo #mre

No Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, tem-se contato com as teorias de relações internacionais, ao estudar política internacional. Ao estudá-las, o candidato aprende que o debate originário se reporta ao idealismo e ao realismo. Na teoria idealista, acredita-se na cooperação entre os Estados, no direito internacional, no comércio, nas organizações internacionais. Seus teóricos defendem o chamado “jogo de soma positiva”, por meio do qual é possível que todos ganhem. Na teoria realista, em contrapartida, considera-se que o Estado está situado em um conflito de interesses, ademais de ele ser o ponto central do debate. Logo, seus teóricos creem não só na inexistência da cooperação, mas também em um “Estadocentrismo”, concepção na qual a maximização de poder possibilitará sua sobrevivência. É possível afirmar que, diferentemente do idealismo, que prioriza o diálogo e a colaboração, o realismo é capaz de guerrear caso se sinta ameaçado. Vocês, futuros diplomatas, conhecem seus teóricos? Saberiam apresentar suas ideias, na terceira fase, ao mencionar Wilson, Kant, Rousseau, Hobbes, Maquiavel, Morgenthau? O professor Maurício Costa (@malcosta) pode orientar os seus estudos para as diferentes fases e disciplinas do CACD. Por isso, aguardamos a sua mensagem: contato@dialogodiplomatico.com.


 

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Apatridia e Polipatridia - Direito Internacional


#cacd #diplomacia #diplomata #direitointernacional #nacionalidade #mre

Ao treinar questões discursivas, os alunos do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático estudam a definição de pessoas apátridas e polipátridas, noções que devem ser associadas à nacionalidade. Enquanto a apatridia faz alusão a quem não tem nacionalidade, a polipatridia reporta-se àqueles que têm duas ou mais nacionalidades. Será que um brasileiro nato, cuja segunda cidadania seja italiana, pode tornar-se diplomata? Se a resposta for sim, ele pode trabalhar na embaixada do Brasil em Roma, ou há alguma restrição? Nos encontros com o professor Maurício Costa (@malcosta), lê-se, revisa-se e escreve-se sobre “jus solis”, “jus sanguinis”, Lei n° 13.445/2017, Decreto 9.199/2017 etc. Ademais, a fim de reforçar as argumentações em uma questão de terceira fase, nossos alunos são atualizados quanto ao posicionamento do Brasil na agenda. Querem uma demonstração? No ano de 2018, o Brasil reconheceu as suas primeiras apátridas. Mencionamos as irmãs Maha e Souad Mamo, que receberam sua naturalização durante um evento na 69ª sessão do ACNUR, cuja entrega foi feita por Bernardo Laferté, coordenador-geral do CONARE, e por Maria Nazareth Farani Azevêdo, embaixadora do Brasil. Caso queiram uma preparação que abranja as diferentes fases e disciplinas do CACD, queridos seguidores, façam a sua matrícula por intermédio do contato@dialogodiplomatico.com.


 

quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

Aposto - Português/Redação


#cacd #diplomacia #diplomata #portugues #linguaportuguesa #aposto #redacao

Nos encontros com o professor Maurício Costa (@malcosta), os alunos do Curso de Redação do Diálogo Diplomático aprendem o conceito de aposto. Esse termo trata da ligação que acontece a um substantivo, a um pronome ou a um de seus semelhantes gramaticais. Vamos aos exemplos? Aposto explicativo: Explica as palavras anteriores, isolado por vírgulas, travessões ou parênteses. Frase 1: “Os CACDistas, pessoas que estudam para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata, precisam ler muito.”. Aposto enumerativo: Enumera as palavras anteriores. Frase 2: “Com nossa orientação, ela estuda corretamente: lê livros, revisa cadernos, resolve questões, acompanha atualidades, escreve textos.”. Aposto resumitivo: Resume as palavras anteriores. Frase 3: “Segurança internacional, promoção cultural, multilateralismo, meio ambiente, tudo faz parte das atividades dos diplomatas.”. Há mais exemplos, os quais são aprendidos e revisados em nossos cursos. Gostariam de obter uma preparação que envolva leituras, revisões, exercícios, simulados, dicas e técnicas de prova? Temos matrículas abertas, aspirantes ao serviço exterior brasileiro: contato@dialogodiplomatico.com.


 

terça-feira, 11 de janeiro de 2022

Marcha para o Oeste - História Mundial


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #historiamundial #eua #estadosunidos #america #marchaparaooeste

No Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, baseados em leituras, revisões e exercícios, nossos alunos elevam seu grau de conhecimento nos tópicos sobre a história dos Estados Unidos. Entre os séculos XVIII e XIX, os estadunidenses não só conseguiram sua independência, como também sua expansão territorial, em um projeto denominado “Marcha para o Oeste”. Identificava-se potencial nas riquezas naturais do continente, assim como na corrida pelo ouro. Além disso, acreditava-se que seria simples dominar o que pertencia aos índios. Afinal, por meio da doutrina do “Destino Manifesto”, expressão cunhada pelo jornalista John Louis O'Sullivan, os colonizadores norte-americanos consideravam-se pessoas escolhidas por Deus, cujo objetivo seria civilizar seu território, sobretudo o povo indígena. O pintor John Gast ratificou essa ideia em uma obra chamada “Progresso Americano”, na qual uma mulher se desloca do leste para o oeste, a fim de levar a ferrovia, a eletricidade, a terra cultivada, a domesticação dos animais. Bem como esse avanço territorial, vocês, CACDistas, devem saber distinguir a compra, a guerra e a diplomacia, já que a banca pode misturar suas ocorrências na prova objetiva de história mundial. Gostariam de ser auxiliados nos estudos para as diferentes fases e disciplinas do CACD? O professor Maurício Costa (@malcosta) abriu matrículas para nossos cursos de coaching e redação. Por isso, mandem um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com.


 

segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

Direitos e Garantias Fundamentais - Direito Interno


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #direitointerno #direito #garantia

Princípios referentes a direitos e garantias fundamentais são estudados em direito interno, no Programa de Coaching do Diálogo Diplomático. Vamos a alguns exemplos, CACDistas? Iniciamos com o princípio da universalidade e a interpretação do caput do artigo 5º da Constituição Federal de 1988 (CF/88). Conquanto este faça alusão aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no país, afirma-se que, via de regra, qualquer pessoa tem tal direito, independentemente de sua nacionalidade e de seu tempo de estada no território brasileiro. Seguidamente, apresentamos o princípio da indivisibilidade, o qual trata de direitos que efetivam a dignidade da pessoa humana. Logo, tais direitos não podem ser subdivididos. Para finalizar, referimo-nos ao princípio do relativismo. Desde já, entendam que não existem direitos fundamentais absolutos, conforme o Supremo Tribunal Federal (STF). A respeito desse ponto, os examinadores podem inserir itens que façam alusão ao juízo entre o direito à vida e o direito à liberdade religiosa. A partir da doutrina, qual direito é mais importante? Não há uma resposta, porquanto esse entendimento dependerá da análise do juiz responsável pelo caso. Comunicamos que os princípios vinculados a direitos e garantias fundamentais não se esgotam nesta postagem. Querem saber mais? O professor Maurício Costa (@malcosta) abriu matrículas para nossos cursos de Coaching e Redação. Aguardamos, consequentemente, a sua mensagem via contato@dialogodiplomatico.com.


 

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Câmbio - Economia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #economia #cambio

Ao treinarem questões discursivas, os alunos do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático aprendem que, na macroeconomia, referir-se ao câmbio significa dialogar a respeito do preço da moeda estrangeira. Atualmente, o dólar estadunidense é a moeda mais utilizada em operações, embora existam casos em que possa haver transferência de moeda própria entre países. Seria o caso de Brasil e de Argentina utilizarem real e peso no comércio bilateral, por exemplo. Ainda sobre o câmbio, este pode servir para comércio, para turismo e para investimentos baseados em perspectivas futuras, além de sua aplicação ilegal por meio do chamado câmbio paralelo. Apreciação, depreciação, valorização e desvalorização cambiais são palavras-chave neste estudo. Depois de entender esses preceitos, o candidato terá capacidade de compreender os regimes cambiais. No regime de câmbio fixo, o Banco Central define a taxa de câmbio e responsabiliza-se pelo equilíbrio do mercado. Nesta ocasião, as reservas internacionais do Estado subordinam-se ao regime cambial, e a política monetária perde eficácia, ademais da possibilidade de ataques especulativos. No tocante ao regime de câmbio flutuante, a taxa de câmbio é estabelecida pela oferta e pela demanda. Suas reservas internacionais ficam livres, e sua flutuação tem o objetivo de equilibrar o balanço de pagamentos. Nesta conjuntura, a política fiscal perde eficácia. Querem conhecer as distintas fases e matérias do CACD? Oferecemos cursos de coaching e redação, com o professor Maurício Costa (@malcosta). Nosso e-mail é contato@dialogodiplomatico.com.


 

quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Governo Provisório (Vargas) - História do Brasil


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #historiadobrasil #getuliovargas

Ao estudar história do Brasil no Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, aprende-se que o primeiro governo de Getúlio Vargas (1930-1945) se dividiu em três momentos: Governo Provisório, Governo Constitucional e Estado Novo. Sobre o primeiro período, Júlio Prestes, do Partido Republicano Paulista, disputou as eleições de 1930 com Vargas, da Aliança Liberal. A despeito da vitória de Prestes, o assassinato de João Pessoa, candidato à vice-presidência na chapa de Vargas, foi um dos principais motivos para que a Revolução de 1930 acontecesse. Iniciou-se, a partir de então, o Governo Provisório (1930-1934). Devido à suspensão da Constituição brasileira de 1891, Vargas governou por decretos, o que demonstrou seu perfil autoritário. No comando do Executivo, ele inseriu interventores estaduais em seu governo, já que desestruturar a Política dos Governadores e suas trocas de favores estavam em seus planos. Paralelamente, o ex-presidente revitalizou a política de valorização artificial do café, ao comprar excedentes e, de igual modo, queimá-los. Em relação aos trabalhadores, a criação do Ministério do Trabalho, de leis trabalhistas e de lei de sindicalização também constaram em sua administração. Futuros secretários, caso almejem conhecer as diferentes disciplinas e fases do CACD, o professor Maurício Costa (@malcosta) pode ajudá-los. Por isso, não hesitem em entrar em contato conosco pelo contato@dialogodiplomatico.com.


 

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Conectores - Português/Redação


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #redacao #online #portugues #linguaportuguesa #gramatica #conectores #conjuncoes

Na gramática, os conectores são expressões que ligam frases e palavras no texto. Atribui-se aos conectores a responsabilidade de sequenciar as ideias e de estabelecer ligações entre elas por meio de expressões e palavras. O uso correto de conectores permite maior coesão textual e envolve compreensão facilitada do texto. Os conectores pertencem a diversas classes de palavras: advérbios, preposições e conjunções. Os conectores não estabelecem relação lógica entre os termos apenas por serem colocados no texto. Uma sequência ilógica de raciocínio dificilmente se tornará lógica pelo mero emprego de conector para estabelecer ligação fictícia entre os períodos. De nada adianta usar como recurso de redação o preenchimento de lacunas com conectores vazios de sentido ou que não acrescentem nada ao raciocínio. Por essa razão, é preciso compreender a natureza dos conectores e seu uso. Na segunda fase do CACD, o critério de correção relativo ao uso de conectores confunde-se, em grande medida, com o critério de construção do período e colocação de termos, por envolver o uso de conjunções. No Curso de Redação do Diálogo Diplomático, caríssimos seguidores, aprende-se a utilizar os conectores, com a finalidade de deixar o texto coeso/coerente. Gostariam de obter um alto nível de competitividade para as fases discursivas do CACD? O professor Maurício Costa (@malcosta) pode orientá-los. Mandem um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com.


 

terça-feira, 4 de janeiro de 2022

Direitos Humanos - Política Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #politicainternacional #direitoshumanos

No Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, não apenas as bases, mas também as atualidades relacionadas a direitos humanos são aprendidas, em política internacional. No século XVIII, tanto na Revolução Americana quanto na Revolução Francesa, foram criados documentos que defendiam algumas liberdades, apesar de serem em bases internas. No âmbito do fim da Segunda Guerra Mundial, percebeu-se a gravidade dos atos de violência, o que elevou tal conjuntura ao debate internacional. Seguem, portanto, alguns pontos para entendermos os DH no atual cenário: artigo I da Carta da ONU, Declaração Universal dos Direitos Humanos, Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, Pacto Internacional de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais, Comissão/Conselho de Direitos Humanos, entre outros temas. Vale recordar que os direitos humanos são classificados em primeira geração, segunda geração e terceira geração. Vocês sabem diferenciar cada uma delas, futuros secretários? Sabem identificar as atividades da Comissão, do Conselho, o número de membros e quem tem ligação com o ECOSOC e quem tem ligação com a AGNU? Qual foi substituído? O professor Maurício Costa (@malcosta) pode auxiliá-los por meio de leituras, revisões, exercícios, simulados, atualidades, dicas e técnicas de prova. Interessaram-se? Escrevam para contato@dialogodiplomatico.com.


 

segunda-feira, 3 de janeiro de 2022

Mercosul - Direito Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #direitointernacional #mercosul

Para as questões discursivas do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, treina-se Mercado Comum do Sul (Mercosul), em direito internacional. De início, precisa-se saber que o Mercosul foi criado em 1991, por meio do Tratado de Assunção, e seus membros fundadores são Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. Em 1994, o Protocolo de Ouro Preto estabeleceu as bases institucionais do Mercosul, o qual lhe concedeu personalidade jurídica internacional. Dado que o Mercosul se tornou uma organização internacional (OI), pode-se afirmar que direitos e obrigações foram atribuídos a esta OI. O Protocolo de Las Leñas, de 1996, visa a regular a assistência mútua e a ampla cooperação jurisdicional em matéria civil, comercial, trabalhista e administrativa entre os Estados. O Protocolo de Ushuaia, de 1998, refere-se ao compromisso democrático entre os países. Em 2002, assinou-se o Protocolo de Olivos, responsável pela solução de controvérsias entre os países participantes da organização. Antes de seu surgimento, as controvérsias eram reguladas pelo Protocolo de Brasília, de 1991. A respeito de sua estrutura, há o Conselho do Mercado Comum (CMC), o Grupo Mercado Comum (GMC), a Comissão de Comércio do Mercosul (CCM), o Parlamento do Mercosul (Parlasul) etc. Percebam que vários termos jurídicos foram utilizados nesta postagem, futuros diplomatas. Caso desejem aprender a escrever segundo cada disciplina do CACD, por conseguinte, o professor Maurício Costa (@malcosta) pode cooperar. Matriculem-se mediante nosso e-mail: contato@dialogodiplomatico.com.