Seguidores

terça-feira, 27 de julho de 2021

Grupos de Migrantes - Geografia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #geografia #grupo #flox #migracao #migrante #economico #refugiado #asilo #apatrida

Conhecer fluxos migratórios está entre os pontos estudados no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, na disciplina de geografia. Em uma questão discursiva, por conseguinte, o candidato precisa entender casos tais como migrantes econômicos, refugiados, requerentes de asilo, e apátridas. No primeiro exemplo, foge-se de uma localidade com o intuito de escapar da pobreza, ainda que seja de modo ilegal e em tempo indeterminado. No segundo, busca-se proteção, uma vez que há perseguição por motivo de raça, religião, nacionalidade, pensamento político, pertencimento a grupo social. No terceiro, requerem-se proteção e assistência jurídica mediante outra autoridade soberana. No quarto, tal pessoa não é considerada cidadã de acordo com suas leis internas, o que a deixa sem nacionalidade. Notem, CACDistas, que essas informações se conectam a outras matérias, como política internacional e direito. Gostariam de treinar sua escrita e aprimorar seu conhecimento nas diferentes matérias do CACD? Enviem um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com e pratiquem questões discursivas com o professor Maurício Costa (@malcosta).


 

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Atualidades Brasil-EUA - Política Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #brasil #estadosunidos #br #eua #usa #relacoesbilaterais #presidente #english #portuguese

Ao estudar política internacional no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, nossos alunos não somente treinam questões discursivas, como também se mantêm atualizados. Quanto às atuais relações entre Brasil e Estados Unidos, por exemplo, o governo Bolsonaro fez viagens oficiais aos EUA, demonstrou interesse em entrar na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), assinou o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (Centro de Lançamentos de Alcântara), bem como o Acordo sobre Pesquisa, Desenvolvimento, Testes e Avaliação (RDT&E), retirou a necessidade de visto para cidadãos estadunidenses etc. Complementarmente, é essencial conhecer o comércio bilateral, na medida em que nome de produtos comprados/vendidos, déficits/superávits e valores podem aparecer ora na fase objetiva, ora na fase discursiva do CACD. Por isso, caríssimos seguidores, se vocês visam a uma preparação exclusivamente baseada no edital, que os capacite para as distintas fases e matérias do CACD, o professor Maurício Costa (@malcosta) pode ajudar. Escrevam para contato@dialogodiplomatico.com.


 

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Improbidade Administrativa - Direito Interno


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #direitointerno #improbidadeadministrativa #agentes #principios #moralidade #cf88

Assuntos relativos à improbidade administrativa estão presentes no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, na matéria de direito interno. Para escrever sobre seus respectivos temas, é necessário que o candidato saiba que a improbidade administrativa é considerada um ato ilegal, contrário aos princípios da Administração Pública brasileira, cometido por agentes públicos e/ou particulares. Como consequência dessa ação, viola-se o princípio da moralidade administrativa. Sugere-se, portanto, que o CACDista tenha em mente o § 4º do artigo 37 da CF/88, por meio do qual se aprende que “Os atos de improbidade administrativa importarão a suspensão dos direitos políticos, a perda da função pública, a indisponibilidade dos bens e o ressarcimento ao erário, na forma e gradação previstas em lei, sem prejuízo da ação penal cabível.”. Da mesma forma, apresentar a Lei nº 8.429/1992 em uma questão discursiva reforçaria o argumento do aspirante à carreira de diplomata. Aos seguidores que pretendem treinar a escrita com o professor Maurício Costa (@malcosta), não hesitem em falar conosco pelo contato@dialogodiplomatico.com. 


 

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Pernambuco - História do Brasil


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #historiadobrasil #pernambuco #nordeste #insurreicao #revolucao #confederacao

Ao matricular-se no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, o aluno adquire tanto o conteúdo das matérias do CACD quanto as competências demandadas pela banca. Em história do Brasil, para exemplificar, é fundamental conhecer o território brasileiro, tal qual o caso de Pernambuco. Vamos aos exemplos? Na Insurreição Pernambucana, objetivava-se expulsar os holandeses da região Nordeste. Na Revolução Pernambucana, a insatisfação com a Coroa fez com que se desejasse um movimento liberal, nacionalista, constitucionalista e republicano. Na Confederação do Equador, almejava-se a separação do Nordeste brasileiro mediante um propósito revolucionário e separatista. Na Revolução Praieira, grupos, como os liberais e os conservadores, discutiam o sistema político vigente. Futuros diplomatas, vocês sabem em qual ano cada acontecimento começou, bem como sua conclusão? Ter esse conhecimento é fundamental para as distintas fases de HB. Logo, se vocês esperam aperfeiçoar seu conhecimento, seja no conteúdo, seja na forma de responder questões nas provas, falem conosco pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com. O professor Maurício Costa (@malcosta) terá a satisfação de auxiliá-los. 


 

quarta-feira, 21 de julho de 2021

Pacto Briand-Kellogg - Direito Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #direitointernacional #pacto #acordo #briandkellogg #renuncia #guerra #paises #estados #nacoes

No Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, nossos alunos treinam a escrita para as diferentes disciplinas do edital. Em direito internacional, por exemplo, conhece-se o Pacto Briand-Kellogg, também nomeado Pacto de Paris. Trata-se de um acordo internacional, executado no ano de 1928, que recebeu os nomes do Secretário de Estado dos Estados Unidos, Frank B. Kellogg, e do Ministro francês das Relações Exteriores, Aristide Briand. No que diz respeito a esse acordo, afirma-se que seus Estados-membros se comprometiam a não usar a guerra para resolver disputas ou conflitos de qualquer natureza ou de qualquer origem que surgissem entre eles. É possível afirmar que Briand-Kellogg não cumpriu seu objetivo de impedir tanto a guerra quanto o militarismo. Sua base, porém, foi aplicada em negociações futuras de mesma natureza. CACDistas, se vocês almejam não só conhecer o conteúdo das matérias do CACD, mas também aprender a escrever segundo as exigências da banca, comuniquem-se conosco pelo contato@dialogodiplomatico.com. O professor Maurício Costa (@malcosta) terá o prazer de orientá-los. 


 

terça-feira, 20 de julho de 2021

Modelo Thompson - Geografia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #geografia #modelo #thompson #demografia #natalidade #mortalidade #populacao #crescimentovegetativo

O chamado “Modelo de Transição Demográfica”, de Warren Thompson, é aprendido no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, em geografia. Esse demógrafo estadunidense analisou não somente mudanças nas taxas de natalidade e mortalidade em um período de aproximadamente dois séculos, que envolveu os anos anteriores e posteriores à industrialização, mas também os avanços que ocorriam na medicina, na urbanização, na tecnologia, entre outros fatores. O candidato que tiver conhecimento das 04 fases desse modelo pode argumentar os seguintes elementos, em uma questão discursiva: doença, fome, métodos contraceptivos, condições sanitárias, saneamento básico, maior participação feminina no mercado de trabalho, fecundidade etc. Há, adicionalmente, a argumentação de Thomas Malthus, em seu “Ensaio sobre o Princípio da população”, o qual afirmava que a população do mundo crescia em progressão geométrica, enquanto a produção de comida crescia em progressão aritmética. Recomendamos, desde já, que vocês conheçam a fase na qual o Brasil está, bem como sua motivação. Caso tenham interesse em aprimorar o seu conhecimento para o CACD, nas fases objetiva e discursiva, escrevam para contato@dialogodiplomatico.com e sejam alunos do professor Maurício Costa (@malcosta).


 

segunda-feira, 19 de julho de 2021

IBAS - Política Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #politicainternacional #ibas #india #brasil #africadosul #mecanismo #concertacaopolitica

No Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, nossos alunos não apenas conhecem os mecanismos de concertação política, como também se atualizam constantemente quanto a eles. Em política internacional, a título de exemplo, é fundamental compreender o Fórum de Diálogo Índia-Brasil-África do Sul (IBAS), um agrupamento que o embaixador Celso Amorim disse conter “três grandes democracias multiétnicas, multiculturais e multirraciais”. Desenvolvido por meio da Declaração de Brasília, no ano de 2003, os países do IBAS têm como objetivo discutir os mais diversos assuntos, como política, economia, saúde, defesa. Entre seus projetos, está o Fundo de Combate à Fome e à Pobreza, encarregado de auxiliar países em seu desenvolvimento. Vale destacar que a última cúpula IBAS aconteceu em Pretória, na África do Sul, em 2011. A despeito de já fazer uma década, esse mecanismo não perdeu importância, visto que Índia, Brasil e África do Sul têm aproveitado os encontros BRICS para dialogar. Aspirantes ao serviço exterior brasileiro, escrevam para o e-mail contato@dialogodiplomatico.com e treinem sua escrita em 40, 60 e 90 linhas com o professor Maurício Costa (@malcosta).


 

sexta-feira, 16 de julho de 2021

Responsabilidade Civil do Estado - Direito Interno


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #direitointerno #responsabilidade #civil #estado #constituicao #cf #artigo

Aprendem-se tanto os artigos da CF/88 quanto as argumentações jurídicas que podem ser utilizadas em questões discursivas, ao estudar direito interno no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático. Sobre a responsabilidade civil do Estado, por exemplo, é fundamental que o candidato conheça o § 6º do artigo 37 da Carta Constitucional do Brasil, o qual expressa que “As pessoas jurídicas de direito público e as de direito privado prestadoras de serviços públicos responderão pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros, assegurado o direito de regresso contra o responsável nos casos de dolo ou culpa.”. Caros seguidores, vocês sabem o que significam as responsabilidades objetiva e subjetiva? Qual delas é aplicada quando há serviço público? Uma empresa privada pode responder objetivamente, ou responde sempre subjetivamente? Contatem-nos por meio do e-mail contato@dialogodiplomatico.com e treinem questões discursivas em 40, 60 e 90 linhas com o professor Maurício Costa (@malcosta).


 

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Alexandre de Gusmão - História do Brasil


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #historiadobrasil #alexandredegusmao #brasil #portugal #funag #tratado #madri #avo #livro #synesio

Conhecer personalidades da história do Brasil, ora ao aplicar suas citações, ora ao explicar suas atuações, faz parte do curso de questões discursivas do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático. Alexandre de Gusmão (1695-1753), por exemplo, apelidado de "avô da diplomacia brasileira", deve ser conhecido por todo CACDista. Afinal, esse diplomata teve crucial participação nas negociações que envolveram Portugal e Espanha a respeito do Tratado de Madri. Segundo a obra "Navegantes, Bandeirantes e Diplomatas”, de Synesio Sampaio Goes Filho, disponível na página da FUNAG: “Foi Gusmão o responsável por pesquisar no direito privado romano o princípio do ‘uti possidetis’ e o transplantar para o direito internacional público no Tratado de Madri de 1750, que deu ao território brasileiro expressão mais próxima à que hoje ostenta, em comparação aos limites fixados no instrumento até então vigente, o Tratado de Tordesilhas. Alexandre de Gusmão não só desenhou o mapa do Brasil, na expressão de Synesio, como também consagrou, num mundo onde prevalecia a força, os valores da pesquisa, da diplomacia e do direito, que viriam marcar o início do pensamento diplomático brasileiro.”. Futuros diplomatas, gostariam de conhecer mais tanto essa quanto outras figuras presentes em nossa história? Matriculem-se em nossos cursos por intermédio do contato@dialogodiplomatico.com e sejam alunos do professor Maurício Costa (@malcosta). 


 

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Mar Territorial - Direito Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #direitointernacional #marterritorial

Ao estudar direito internacional no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, nossos alunos redigem questões consoante as exigências da banca examinadora. No tópico com relação a mar territorial, para exemplificar, o CACDista pode iniciar suas ideias com os séculos XVIII e XIX, período no qual a expansão marítima era baseada na distância que um tiro de canhão alcançava. Complementarmente, com a finalidade de desenvolver seus argumentos, é possível indicar o mandato do presidente Emílio Garrastazu Médici, dado que seu governo alterou os limites do mar territorial do Brasil por intermédio do Decreto-Lei 1098/70. De acordo com este, em seu artigo 1º: “O mar territorial do Brasil abrange uma faixa de 200 (duzentas) milhas marítimas de largura, medidas a partir da linha do baixa-mar do litoral continental e insular brasileiro adotada como referência nas cartas náuticas brasileiras.”. Caríssimos aspirantes à carreira de diplomata, essa atitude foi reprovada pelos países vizinhos, ou eles foram semelhantemente incentivados a aumentar suas milhas náuticas? Existe, atualmente, um padrão marítimo a ser seguido, baseado no direito internacional? O que significam 12 milhas náuticas? Contatem-nos por meio do contato@dialogodiplomatico.com e pratiquem simulados completos de segunda e terceira fases com o professor Maurício Costa (@malcosta). 


 

terça-feira, 13 de julho de 2021

Eco 92 - Geografia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #geografia #eco92 #rj #rio92 #meioambiente #cnumad

No Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, nossos alunos, além de obterem o conteúdo das disciplinas, treinam questões discursivas em 40, 60 e 90 linhas. Em geografia, por exemplo, o candidato precisa conhecer a conjuntura internacional que encarregou o Brasil de sediar a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (CNUMAD), em 1992, no Rio de Janeiro. Como consequência desse encontro, debateu-se o tipo de cuidado que a humanidade deveria ter para não prejudicar o planeta. Adicionalmente, houve diálogos sobre a conciliação do desenvolvimento socioeconômico com a utilização dos recursos da natureza, uma vez que essa conferência contou com ampla participação de chefes de Estado, da sociedade civil e de organizações não governamentais. Em uma questão discursiva, o CACDista pode aplicar o conceito de “desenvolvimento sustentável”, cuja definição se fundamenta no desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. Igualmente, caríssimos seguidores, saibam que cinco documentos foram firmados nesse contexto, como a Agenda 21, a Declaração do Rio, a Declaração sobre Princípios Florestais, a Convenção Quadro sobre Mudanças Climáticas, a Convenção Quadro sobre a Biodiversidade. Percebem como as matérias do edital se relacionam?  Comuniquem-se conosco por meio do contato@dialogodiplomatico.com e matriculem-se em nossos cursos com o professor Maurício Costa (@malcosta).


 

segunda-feira, 12 de julho de 2021

Link da live sobre a 2º fase do CACD - Maurício Costa, Shaun Dowling, e Romeu Santos

 


Link da live sobre a segunda fase do CACD, com os professores Maurício Costa, Shaun Dowling, e Romeu Santos:

https://www.youtube.com/watch?v=8g84somozXA


Narcotráfico - Política Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #politicainternacional #narcotrafico

No Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, aprende-se a escrever questões em 60 e em 90 linhas na matéria de política internacional. No tópico que se refere a narcotráfico, por exemplo, nossos alunos entendem que o controle internacional de narcóticos e substâncias psicotrópicas remonta ao início do século XX, como no caso da Comissão do Ópio de Xangai, em 1909. A partir de estratégias que surgiram na conjuntura da Primeira Guerra Mundial e da Liga das Nações, ademais, convenções foram debatidas nas Nações Unidas, tais quais a Convenção Única sobre Entorpecentes, a Convenção sobre Substâncias Psicotrópicas, e a Convenção Contra o Tráfico Ilícito de Entorpecentes e Substâncias Psicotrópicas. Sobre o posicionamento da diplomacia brasileira, estimados seguidores, saibam que esta é contra a violência e a militarização em seu combate, uma vez que a produção e o consumo de drogas são considerados temas social, econômico e de saúde pública. Acredita-se, dessa maneira, na aplicação do conceito de corresponsabilidade. Afinal, mecanismos multilaterais podem ajudar na redução da fabricação, da venda e do consumo de entorpecentes, o que afetaria crimes como homicídio, tráfico e lavagem de dinheiro diretamente. CACDistas, vocês já ouviram falar da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD)? Redijam para contato@dialogodiplomatico.com e treinem questões discursivas com o professor Maurício Costa (@malcosta). 

Live sobre a 2º fase do CACD


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #clippingcacd #live #youtube #professores #mauriciocosta #romeusantos #shaun #portugues #ingles #texto #redacao #traducao

Futuros diplomatas, hoje, dia 12 de julho, às 19h, no canal do YouTube do Clipping CACD, os professores Maurício Costa, Romeu Santos, e Shaun participarão de uma live para comentar a segunda fase do CACD. Não percam! 


 

sexta-feira, 9 de julho de 2021

Estabilidade - Direito Interno


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #direitointerno #constituicao #cf88 #servidorpublico #municipal #estadual #federal #estabilidade

Ao matricularem-se no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, os candidatos aprenderão a maneira de formular questões discursivas. Em direito interno, para exemplificar, deve-se conhecer o que envolve a estabilidade de um servidor público. Em suma, esta faz referência à garantia que uma pessoa obtém ao passar em um concurso público, de modo a exercer o seu trabalho corretamente, sem sofrer ameaças por razão de interesses externos. Muito embora a Constituição Federal de 1988 relate que "São estáveis após três anos de efetivo exercício os servidores nomeados para cargo de provimento efetivo em virtude de concurso público.", vocês sabiam a perda do cargo é possível, caros CACDistas? Consoante o § 1º do artigo 41 da CF/88, o servidor público estável só perderá o cargo nas seguintes situações: em virtude de sentença judicial transitada em julgado; mediante processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla defesa; mediante procedimento de avaliação periódica de desempenho, na forma de lei complementar, assegurada ampla defesa. Seguidores, vocês sabem se um servidor pode acumular outros cargos? Ademais, é possível ser um servidor público sem participar de um concurso? Compreender essas informações prepara o CACDista tanto para a fase objetiva quanto para a fase discursiva. Desse modo, escrevam para contato@dialogodiplomatico.com e estudem com base no padrão de correção da banca com o professor Maurício Costa (@malcosta).


 

quinta-feira, 8 de julho de 2021

Missão Francesa - História do Brasil


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #historiadobrasil #franca #missao #seculo #xix #portugal #domjoao #dompedro #rei #rainha #principe #frances #artistas #artes

No Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, nossos alunos treinam questões discursivas de história do Brasil em 60 e 90 linhas. A título de exemplo, futuros secretários, vocês conseguem redigir um texto sobre a chamada “Missão Francesa”? Trata-se do período da história em que Dom João VI quis desenvolver o Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves em seu sentido cultural. Decidiu-se, portanto, que artistas franceses poderiam aprimorar intelectualmente aquele território sul-americano. Há quem afirme que Marquês de Marialva e Conde da Barca, dois admiradores das ideias francesas, participaram diretamente dessa vinda. Além disso, muitos artistas franceses se sentiam desamparados no continente europeu, na medida em que Napoleão Bonaparte havia sido derrotado e levado ao exílio, dando fim à Era Napoleônica. Com a chegada dessa missão, seus artistas pintavam, desenhavam, esculpiam e construíam à moda europeia. Caríssimos seguidores, vocês conseguiriam aplicar personalidades como Joachim Lebreton, Nicolas-Antoine Taunay, Auguste Henri Victor Grandjean de Montigny, Jean-Baptiste Debret nos exemplos? Saberiam relatar o ano do início da missão supracitada, assim como ela foi recebida pelos artistas que aqui estavam? Matriculem-se em nossos cursos e aprendam a escrever, conforme o padrão de correção da banca, com o professor Maurício Costa (@malcosta).  


 

quarta-feira, 7 de julho de 2021

Costume - Direito Internacional

 


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #direitointernacional #costume

Sejam alunos do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático e aprendam a redigir textos para a terceira fase do CACD. Ao discorrer sobre as fontes de direito internacional, por exemplo, os candidatos devem saber que elas expressam a criação de normas internacionais. Nesse caso, o significado de costume internacional pode ser apresentado ao examinador. Em suma, o costume trata do momento em que Estados e sujeitos de direito internacional reconhecem determinada prática como obrigatória, ainda que esta não esteja escrita. É possível afirmar, além disso, que sua transgressão pode provocar consequências jurídicas. Na conjuntura de sua aplicação, da mesma forma, dois elementos precisam estar presentes, que são a prática reiterada, “consuetudo”, e o reconhecimento de sua aplicação pela maioria, “opinio juris”. Pode-se afirmar, no entanto, que existem situações nas quais ocorre a recusa de seu cumprimento, bem como na condição de “negador persistente”, quando sua rejeição acontece desde o início daquele costume. Futuros secretários, um negador persistente pode rejeitar uma norma imperativa de DI? Enviem um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com de maneira a serem alunos do professor Maurício Costa (@malcosta).


terça-feira, 6 de julho de 2021

Mahan - Geografia


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #geografia #geopolitica #mahan #almirante #marinha #mar #praia #estadosunidos #texto #redacao #escrita #escrever #concurso

No Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, nossos alunos adquirem tanto o conteúdo das disciplinas quanto as técnicas de prova para as questões discursivas. Em geografia, a título de exemplo, Alfred Thayer Mahan pode ser citado em uma questão que faça referência à geopolítica nos mares. Afinal, esse almirante norte-americano, autor da obra “A Influência do Poder marítimo na História”, acreditava que controlar as rotas marítimas e os principais estreitos do mundo seria essencial para uma nação que desejasse ampliar seu poder global. Adicionalmente, sua “Teoria do Poder Marítimo” demonstrava que a terra poderia tornar-se um obstáculo. O mar, em contrapartida, seria uma rota para a exploração das riquezas do mundo, já que era considerado uma “planície aberta”. CACDistas, no aspecto geopolítico, quais seriam as vantagens e as desvantagens de os Estados Unidos terem um extenso território, bem como saída para dois oceanos? Escrevam para contato@dialogodiplomatico.com a fim de matricularem-se em nossos cursos com o professor @malcosta. Aguardamos a sua mensagem.


 

segunda-feira, 5 de julho de 2021

OEA - Política Internacional


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #politicainternacional #oea #organizacao #estados #americanos #internacional #america

Matriculem-se no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático e treinem questões discursivas segundo as exigências da banca do CACD. Em política internacional, por exemplo, é necessário que os candidatos conheçam a Organização dos Estados Americanos (OEA). Em uma questão de terceira fase, pode-se iniciar com o ano de 1948, quando, em Bogotá, na Colômbia, foi assinada a Carta da OEA, por meio da qual seus países-membros se comprometeram a defender os interesses do continente americano, assim como buscar soluções pacíficas para seu desenvolvimento. Em uma argumentação que cite a participação do Brasil, ademais, é possível relatar a Força Interamericana de Paz (FIP), uma intervenção militar em Santo Domingo, na República Dominicana, em 1965. Compreender sua estrutura institucional também se faz fundamental, como a Assembleia Geral, a Reunião dos Chanceleres, a Carta, o Conselho de Representantes etc. Aspirantes ao serviço exterior brasileiro, vocês gostariam de não só perder o medo de escrever um texto de até 90 linhas, como também saber estruturá-lo? Não hesitem em contatar-nos pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com. Será um prazer tê-los em nossas turmas.


 

quinta-feira, 1 de julho de 2021

Jargão - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clippingcacd #linguaportuguesa #gramatica #aluno #professor #lingua #linguagem #jargao

É comum entre os candidatos interpretar equivocadamente o formato da prova e da linguagem da segunda fase do CACD, em função do tipo de linguagem específica de sua formação acadêmica ao qual se adaptaram ao longo dos cursos de graduação e de pós-graduação. Em uma prova de redação em língua portuguesa, o que está em avaliação são a correção formal, a boa estruturação do raciocínio e a pertinência das informações. O conhecimento especializado e aprofundado contribui para o melhor desenvolvimento do texto, mas não deve constituir o fundamento daquilo que será avaliado. Por essa razão, o uso da linguagem especializada não resulta em mérito do autor, mas sim, em demérito. O jargão torna o texto menos compreensível ao público em geral e reduz o circuito de leitores possíveis, ao passo que uma redação em língua portuguesa deve ser entendida em sua totalidade por qualquer falante alfabetizado. Dessa forma, o uso recorrente do “economês”, do “juridiquês”, do “humanês” e das diversas outras linguagens de área resulta em erros graves de propriedade vocabular, os quais são frequentemente e severamente penalizados na correção da segunda fase do CACD. É preciso considerar sempre que não importa qual seja o tema proposto, a redação jamais se tratará de uma resposta de economia, política internacional, direito ou literatura. Anunciamos, queridos CACDistas, que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas . Escrevam-nos.


 

quarta-feira, 30 de junho de 2021

Semântica - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clippingcacd #linguaportuguesa #gramatica #aluno #professor #semantica #sintaxe #curso

Semântica: Do grego semantiké, i. é, téchne semantiké "arte da significação". A semântica estuda o sentido das palavras, expressões, frases e unidades maiores da comunicação verbal, os significados que lhe são atribuídos. Ao considerarmos o significado de determinada palavra, levamos em conta sua história, sua estrutura (radical, prefixos, sufixos que participam da sua forma) e, por fim, do contexto em que se apresenta. Quando analisamos o sentido das palavras na redação para a segunda fase do CACD, é fundamental compreender a história da palavra e o contexto em que são usadas. A história da palavra, em sentido amplo, são a respectiva origem e a maneira como evoluiu do sentido original para um sentido mais abrangente ou mais específico. Em sentido restrito, diz respeito à tradição no uso de determinado vocábulo ou expressão. É importante sempre considerar o contexto em que as palavras estão sendo usadas. Deve-se certificar de que não há repetições desnecessárias ou redundâncias, mediante o uso de sinônimos, mas, se sua substituição comprometer o sentido do texto, tornando-o ambíguo ou menos claro, deve-se deixar o texto como está. Antes das preocupações estilísticas, é preciso privilegiar a precisão e a correção do texto. Futuros diplomatas, divulgamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas . Falem conosco.


 

terça-feira, 29 de junho de 2021

Propriedade Vocabular - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clippingcacd #linguaportuguesa #gramatica #propriedadevocabular #aluno #professor

Na segunda fase do CACD, a propriedade vocabular é o critério de maior grau de dificuldade para os candidatos, devido à necessidade de compreender a relação semântica entre os termos do período para que se faça o uso preciso da palavra ou expressão. Em geral, aplicam-se estratégias de adestramento simplista no processo de preparação dos candidatos, mediante a elaboração de listas exaustivas de “palavras proibidas” e de “palavras substitutas”. A substituição simples de uma palavra por outra é possível em pequena parte dos casos. As estratégias de adestramento simplista com base em listas subestimam a inteligência do candidato, ao evitar, propositalmente, explicar a razão das imprecisões vocabulares. Quando o candidato está condicionado à substituição de palavras com base numa lista, estará condicionado a reproduzir o erro por manter o paralelismo do raciocínio da escolha vocabular, ao substituir um termo equivocado por outro da mesma natureza. A propriedade vocabular depende estritamente da relação semântica estabelecida entre os termos do período. Na maior parte dos casos, os erros de propriedade vocabular decorrem do uso indiscriminado de jargão, de figuras de linguagem, de linguagem coloquial e da incorreta compreensão das relações semânticas de concretude e abstração. Futuros secretários, anunciamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas . Contatem-nos.


 

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Colocação de Pronomes - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clippingcacd #linguaportuguesa #gramatica #pronomes #proclise #mesoclise #enclise

Aspirantes ao serviço exterior brasileiro, examinaremos, de modo resumido, a colocação das formas oblíquas átonas, que constituem com o verbo um todo fonético. São colocados, frequentemente, após a forma verbal (ênclise); muitas vezes, antes (próclise); mais raramente, intercalam-se a ela (mesóclise). Ênclise: As formas verbais do infinitivo pessoal, do imperativo afirmativo e do gerúndio exigem a ênclise pronominal. Próclise: Como norma geral, deve-se colocar o pronome átono antes do verbo, quando antes dele houver uma palavra pertencente a um dos seguintes grupos: palavras negativas, relativos, interrogativos, conjunções subordinadas. Mesóclise: Usa-se o pronome no meio da forma verbal, quando esta estiver no futuro simples do presente ou do pretérito do indicativo. Gostariam de ver exemplos que podem ajudá-los tanto na fase objetiva quanto na fase discursiva do CACD? Publicamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas . Será um prazer atendê-los.


 

sábado, 26 de junho de 2021

Live do Professor Maurício Costa com o Grupo Ubique

 


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomatas #colegas #professores #coaching #profissao #mre #itamaraty #live #grupoubique #mentoria #dialogodiplomatico #segundafase #redacao #portugues #tps #gramatica

Hoje, o professor Maurício Costa participou de uma live com seus colegas diplomatas do Grupo Ubique, @falcão.marcilio, @jonathasjss, @linshugo, a respeito da redação em língua portuguesa na segunda fase do CACD.


sexta-feira, 25 de junho de 2021

Orações Reduzidas - Português/Redação

 


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clippingcacd #linguaportuguesa #gramatica #oracoes #reduzidas #infinitivo #gerundio #participio

A mesma classificação das orações subordinadas desenvolvidas vale para as reduzidas, aquelas em que o verbo está em uma das três formas nominais (infinitivo, particípio e gerúndio). Mencionemos alguns exemplos: a) substantivas: são sempre reduzidas de infinitivo (pois este é a forma nominal substantiva do verbo): É obrigatório revisar o texto. O Chefe prefere refazer ele mesmo o texto. Eu gosto de reler todos os textos. O grande objetivo é escrever bem. b) adjetivas: Havia lá um arquivo contendo leis e decretos. c) adverbiais: ocorrem na forma reduzida as orações causais, concessivas, condicionais, consecutivas, finais e temporais: Irritou-se por andar excessivamente atarefado. Apesar de ler muito gramática, não escreve bem. Elaborado com atenção, o texto melhora muito. Não conseguia trabalhar sem concentrar-se. Começou a correr (,) para chegar a tempo. Falando com o Ministro, mencione o novo projeto. Aspirantes à carreira de diplomata, comunicamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas . Escrevam-nos.


quinta-feira, 24 de junho de 2021

Períodos Subordinados - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clippingcacd #linguaportuguesa #gramatica #conjuncoes #subordinadas #subordinativas

As conjunções subordinativas unem duas orações de natureza diversa: a que é introduzida pela conjunção completa o sentido da oração principal ou lhe acrescenta uma determinação. As orações subordinadas desenvolvidas (i. é, aquelas que apresentam verbo em uma das formas finitas, indicativo ou subjuntivo) e as conjunções empregadas em cada modalidade de subordinação são as seguintes: Substantivas: desempenham funções de substantivo, ou seja, sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo. Podem ser introduzidas pelas conjunções integrantes que, se, como; pelos pronomes relativos, que, quem, quantos; e pelos pronomes interrogativos quem, (o) que, quanto (a)(s), qual (is), como, onde, quando. De acordo com a função que exercem, as orações são classificadas em: subjetivas, objetivas diretas, objetivas indiretas, predicativas. Adjetivas: desempenham a função de adjetivo, restringindo o sentido do substantivo a que se referem, ou simplesmente lhe acrescentando outra característica. São introduzidas pelos pronomes relativos que, o (a) qual, quem, quanto, cujo, como, onde, quando. Podem ser, portanto: restritivas, não restritivas (ou explicativas). Adverbiais: que cumprem a função de advérbios. As conjunções que com mais frequência conectam essas orações vêm listadas ao lado da denominação de cada modalidade. As orações adverbiais são classificadas de acordo com a ideia expressa por sua função adverbial: causais, concessivas, condicionais, conformativas, comparativas, consecutivas, finais, proporcionais, temporais. Avisamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas .


 

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Períodos Coordenados - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clipping #linguaportuguesa #gramatica #conjuncoes #coordenadas #coordenativas

As conjunções coordenativas unem elementos de mesma natureza (substantivo + substantivo; adjetivo + adjetivo; advérbio + advérbio; e oração + oração). Em períodos, as orações por elas introduzidas recebem a mesma classificação, a saber: Aditivas: relacionam pensamentos similares. São duas: e e nem. A primeira une duas afirmações; a segunda, duas negações: O Embaixador compareceu à reunião e manifestou o interesse do seu governo no assunto. O Embaixador não compareceu à reunião, nem manifestou o interesse de seu governo no assunto. Adversativas: relacionam pensamentos que se opõem ou contrastam. A conjunção adversativa por excelência é mas. Outras palavras também têm força adversativa na relação entre ideias: porém, todavia, contudo, entretanto, no entanto. O piloto gosta de automóveis, mas prefere deslocar-se em aviões. O piloto gosta de automóveis; prefere, porém, deslocar-se em aviões. Alternativas: relacionam pensamentos que se excluem. As conjunções alternativas mais utilizadas são: ou, quer...quer, ora...ora, já...já. O Presidente irá ao encontro (ou) de automóvel, ou de avião. Conclusivas: relacionam pensamentos tais que o segundo contém a conclusão do enunciado no primeiro. São: logo, pois, portanto, consequentemente, por conseguinte, etc. A inflação é o maior inimigo da Nação; logo, é meta prioritária do governo eliminá-la. Explicativas: relacionam pensamentos em sequência justificativa, de tal modo que a segunda oração explica a razão de ser da primeira. São: que, pois, porque, portanto. Aceite os fatos, pois eles são o espelho da realidade. Divulgamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas


 

terça-feira, 22 de junho de 2021

Conjunção - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clipping #linguaportuguesa #gramatica #conjuncoes #coordenadas #subordinadas

Conjunção é a palavra morfologicamente invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração. Sintaticamente, relaciona orações ou termos de igual valor sintático. Semanticamente, estabelece relações lógicas entre as orações. Para classificar as conjunções, devem-se levar em conta dois critérios básicos: o tipo de relação que se estabelece entre as orações, a relação de sentido que há entre as orações. Quando duas orações são unidas por uma conjunção, pode-se estabelecer entre elas relação de igualdade, de equivalência, de tal modo que uma oração só se completa sem a outra, ou uma relação de complementação, de subordinação, de tal modo que uma oração só se complete com a presença da outra. As conjunções podem ser de dois tipos: a) de coordenação de ideias de mesmo nível, e de elementos de idêntica função sintática; b) de subordinação, para estabelecer hierarquia entre as ideias, e permitir que uma oração complemente o sentido da outra. Por esta razão, o uso apropriado das conjunções é de grande importância: seu emprego indevido gera imprecisão ou combinações errôneas de ideias. Caríssimos, relatamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas . Não hesitem em entrar em contato conosco.


 

segunda-feira, 21 de junho de 2021

Ambiguidade - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clipping #linguaportuguesa #gramatica #ambiguidade

Ambígua é a frase ou oração que pode ser tomada em mais de um sentido. Como a clareza é requisito básico de todo texto, deve-se atentar para as construções que possam gerar equívocos de compreensão. A ambiguidade decorre, em geral, da dificuldade de identificar se a que palavra se refere um pronome que tem mais de um antecedente na terceira pessoa. Pode ocorrer com: a) pronomes pessoais: Ambíguo: O Ministro comunicou a seu secretariado que ele seria exonerado. Claro: O Ministro comunicou exoneração dele a seu secretariado. Ou então, caso o entendimento seja outro: Claro: O Ministro comunicou a seu secretariado a exoneração deste. b) pronomes possessivos e pronomes oblíquos: Ambíguo: O Deputado saudou o Presidente da República, em seu discurso, e solicitou sua intervenção no seu estado, mas isso não o surpreendeu. Observe-se a multiplicidade de ambiguidade no exemplo acima, as quais tornam virtualmente incompreensível o sentido da frase. Claro: Em seu discurso o Deputado saudou o Presidente da República. No pronunciamento, solicitou a intervenção federal em seu estado, o que não surpreendeu o Presidente da República. c) pronome relativo: Ambíguo: Roubaram a mesa da sala em que eu costumava trabalhar. Não fica claro se o pronome relativo da segunda oração se refere à mesa ou a gabinete, essa ambiguidade se deve ao pronome relativo que, sem marca de gênero. A solução é recorrer às formas o qual, a qual, os quais, as quais, que marcam gênero e número. Claro: Roubaram a mesa do gabinete no qual eu costumava trabalhar. Se o entendimento é outro, então: Claro: Roubaram a mesa do gabinete na qual eu costumava trabalhar. CACDistas, publicamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas .


 

Link com as datas das fases 2 e 3 do CACD 2020/21


CACDistas, foram publicadas as datas da segunda e da terceira fases do CACD (10 e 11 de julho, 27, 28 e 29 de agosto). Todas as informações estão no link: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/edital-n-10-de-18-de-junho-de-2021-326914168


 

sexta-feira, 18 de junho de 2021

Erros de Comparação - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clipping #linguaportuguesa #gramatica #erro #comparacao

A omissão de certos termos ao fazermos uma comparação, omissão própria da língua falada, deve ser evitada na língua escrita, pois compromete a clareza do texto: nem sempre é possível identificar, pelo contexto, qual o termo omitido. A ausência indevida de um termo pode impossibilitar o entendimento do sentido que se quer dar a uma frase: Errado: O alcance do Decreto é diferente da Portaria. Novamente, a não repetição dos termos comparados confunde. Alternativas para correção: Certo: O alcance do Decreto é diferente do alcance da Portaria. Certo: O alcance do Decreto é diferente do da Portaria. Errado: O Ministério das Relações Exteriores dispõe de menos verbas do que os Ministérios do Governo. No exemplo acima, a omissão da palavra “outros” (ou “demais”) acarretou imprecisão: Certo: O Ministério das Relações Exteriores dispõe de menos verbas do que os outros Ministérios do Governo. Certo: O Ministério das Relações Exteriores dispõe de menos verbas do que os demais Ministérios do Governo. Prezados seguidores, divulgamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas . Falem conosco.


 

quinta-feira, 17 de junho de 2021

Paralelismo de Artigo e Preposição - Português/Redação

 


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clipping #linguaportuguesa #gramatica #erro #paralelismo #artigo #preposicao

Um dos erros mais comuns entre os candidatos refere-se ao paralelismo sintático de artigo e de preposição. Deve-se ter atenção à regência nominal e à regência verbal, com o número e com o gênero dos termos do período, para que se faça o correto paralelismo sintático. Frequentemente, constroem-se períodos nos quais as diferentes preposições e artigos são omitidas, causando problemas e paralelismo. Exemplo: Os homens e mulheres têm direito iguais. Para que se faça o correto paralelismo, é necessário acrescentar o artigo definido “as” em locução “as mulheres”. O paralelismo de preposição está diretamente relacionado à presença do artigo, ao número e ao gênero no caso das enumerações. Se não houver artigo, não será necessária a repetição da preposição. Exemplo: Gosto de limão, laranja, banana e maçã. Independentemente do seu nível de preparação, caros aspirantes à carreira de diplomata, anunciamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas . Contatem-nos.




quarta-feira, 16 de junho de 2021

Paralelismo - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #clipping #linguaportuguesa #gramatica #erro #paralelismo

Uma das convenções estabelecidas na linguagem escrita “consiste em apresentar ideias similares numa forma gramatical idêntica”, o que se chama de paralelismo. Assim, incorre-se em erro ao conferir forma não paralela a elementos paralelos. Vejamos alguns exemplos: Errado: Pelo aviso circular recomendou-se aos Ministérios economizar energia e que elaborassem planos de redução de despesas. Nesta frase, temos, nas duas orações subordinadas que completam o sentido da principal, duas estruturas diferentes para ideias equivalentes: a primeira oração (economizar energia) é reduzida de infinitivo, enquanto a segunda (que elaborassem planos de redução de despesas) é uma oração desenvolvida introduzida pela conjunção integrante que. Há mais de uma possibilidade de escrevê-la com clareza e correção; uma seria a de apresentar as duas orações subordinadas como desenvolvidas, introduzidas pela conjunção integrante que: Certo: Pelo aviso circular, recomendou-se aos Ministérios que economizassem energia e (que) elaborassem planos para redução de despesas. Outra possibilidade: as duas orações são apresentadas como reduzidas de infinitivo: Certo: Pelo aviso circular, recomendou-se aos Ministérios economizar energia e elaborar planos para redução de despesas. Nas duas correções respeita-se a estrutura paralela na coordenação de orações subordinadas. CACDistas, vocês almejam escrever consoante as exigências da banca do CACD? Informamos que o professor Maurício Costa oferecerá cursos de redação no Diálogo Diplomático, pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com, e no Clipping CACD, pelo link https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas . Aguardamos o seu contato.


 

terça-feira, 15 de junho de 2021

Pacotes Extras - Curso de Redação


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #portugues #redacao #linguaportuguesa #tps #segundafase #gramatica

Futuros secretários, o Diálogo Diplomático oferece pacotes extras de redação para a segunda fase de língua portuguesa. Esse curso servirá tanto para os classificados no CACD quanto para aqueles que desejam treinar sua escrita o quanto antes. Essa modalidade envolverá 3 simulados + 1 atendimento e 6 simulados + 2 atendimentos. Caso queiram mais informações, escrevam para contato@dialogodiplomatico.com. Permitam-nos contribuir com a sua aprovação. * Consulte o programa de descontos.


 

Curso de Redação no Clipping CACD

 


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #portugues #redacao #linguaportuguesa #tps #segundafase #gramatica

Futuros diplomatas, o professor Maurício Costa também oferecerá, no Clipping CACD, um curso de redação para a segunda fase de língua portuguesa. Segue link para mais informações: https://kderno.com/checkout/28385?slug=checkouts-intensivo-discursivas


sábado, 12 de junho de 2021

Boa prova, futuros diplomatas!


Caríssimos seguidores, o Diálogo Diplomático deseja muito êxito a todos aqueles que farão as provas do CACD amanhã. Descansem bem, mantenham a calma no momento de avaliar os itens e confiem em tudo o que vocês estudaram. Esperamos vê-los na segunda e na terceira fases da preparação. Sucesso!


 

sexta-feira, 11 de junho de 2021

Construção de Frases - Português/Redação


#cacd #cacdista #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #gramatica #linguaportuguesa #frase #periodo

A clareza e a concisão na forma escrita são alcançadas principalmente pela construção adequada da frase, “a menor unidade autônoma da comunicação”. A função essencial da frase é desempenhada pelo predicado, que, para Adriano da Gama Kury, pode ser entendido como “a enunciação pura de um fato qualquer”. Sempre que a frase tiver pelo menos um verbo, recebe o nome de período, que terá tantas orações quantos forem os verbos não auxiliares que o constituem. Outra função relevante é a do sujeito – mas não indispensável, pois há orações sem sujeito, ditas impessoais –, de quem se diz algo, cujo núcleo é sempre um substantivo. Sempre que o verbo o exigir, teremos nas orações substantivos (nomes ou pronomes) que desempenham a função de complementos (objetos direto e indireto, predicativo e complemento adverbial). Função acessória desempenham os adjuntos adverbiais, que vêm geralmente ao final da oração, mas que podem ser ou intercalados aos elementos que desempenham as outras funções, ou deslocados para o início da oração. Temos, assim, a seguinte ordem de colocação dos elementos que compõem uma oração (os parênteses indicam os elementos que podem não ocorrer): (sujeito) - verbo - (complementos) - (adjunto adverbial). Futuros secretários, se desejarem escrever de acordo com os padrões de correção da banca examinadora do CACD, não hesitem em contatar-nos pelo e-mail contato@dialogodiplomatico.com.


 

Realização do CACD 2020/21


O MRE avalia que novo adiamento do CACD 2020 acarretará prejuízo ao interesse público e impacto às necessidades institucionais do MRE. O preenchimento do quadro ordinário da carreira de diplomata em bases anuais permite a adequada lotação de postos no País e no exterior e assegura a execução das políticas públicas a cargo do MRE, entre as quais o funcionamento da rede de embaixadas e consulados, que fortalecem as relações do Brasil com outros países e organismos internacionais, contribuem para o incremento das trocas comerciais e prestam cotidianamente assistência aos cidadãos brasileiros no exterior.

O concurso será realizado a exemplo de outros certames recentes, como os concursos da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Federal ou o exame da Ordem dos Advogados do Brasil, que terá lugar no mesmo dia 13 de junho corrente. Trata-se, ademais, de medida que visa a respeitar as legítimas aspirações dos candidatos que aguardam há quase um ano a realização das provas. 

Conforme o subitem 14.5.5.2 do edital nº 1, de 29 de junho de 2020, há previsão de alteração dos locais de provas para outro município do mesmo estado ou para estado próximo, em situação emergencial, com vistas à preservação do cronograma de atividades do concurso.

Excepcionalmente, na hipótese de caso fortuito ou força maior, os locais previstos no item 8 do edital nº 9, de 7 de junho de 2021, poderão ser alterados para locais alternativos, sendo que os candidatos serão avisados por correio eletrônico ou mensagem de texto pelo Instituto Americano de Desenvolvimento - IADES, responsável pela aplicação das provas. Foi dada publicidade dos locais de prova e dos locais alternativos, conforme prazos no edital. De acordo com o item 13.15, do edital nº 1, de 29 de junho de 2020, será de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de realização de prova. Ressalte-se, ademais, que, segundo o item 2, do edital nº 9, de 7 de junho de 2021, o candidato deverá obrigatoriamente acessar o endereço http://www.iades.com.br para confirmar o seu local de realização da prova por meio de consulta individual. Já o item 14.1.4 do edital nº 1, de 29 de junho de 2020, assevera que será de inteira responsabilidade do candidato acompanhar todos os atos, editais e comunicados referentes ao concurso que sejam publicados no D.O.U. e(ou) divulgados no endereço eletrônico http://www.iades.com.br. Não há registro de reclamações ou pedidos de mudanças dirigidos ao Instituto Rio Branco.

Serão mantidos todos os protocolos sanitários, que estão disponíveis para consulta no sítio eletrônico do IADES, acima mencionado. Os locais de prova e os locais alternativos são adequados para a realização do concurso, com a devida segurança para os participantes.

Segue link: https://www.gov.br/mre/pt-br/canais_atendimento/imprensa/respostas-a-imprensa/realizacao-do-concurso-de-admissao-a-carreira-diplomatica