Seguidores

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Tratados de Limites - História do Brasil


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #historiadobrasil #tratadosdelimites

Os alunos do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático aprendem, revisam e escrevem sobre o século XVIII, em história do Brasil, como nos casos concernentes aos tratados de limites e às trocas territoriais. Começamos com o Tratado de Utrecht de 1713, cujo contexto tratou da Guerra de Sucessão Espanhola. No ano de 1715, o segundo Tratado de Utrecht foi assinado. Anos depois, em 1750, assinou-se o Tratado de Madri. Aqui, utilizou-se a lógica do “uti possidetis”, em que as terras relacionadas no tratado pertenceriam àqueles que as ocuparam primeiro. Dessa maneira, o Centro-Oeste, o Vale Amazônico, os Sete Povos das Missões e a Colônia do Sacramento estiveram em jogo durante o período supracitado. Em 1761, Portugal e Espanha assinaram o Tratado de El Pardo. Em um período de Guerra dos Sete Anos, anulou-se o Tratado de Madri. Em 1777, foi assinado o Tratado de Santo Ildefonso. Querem conhecer o que aconteceu em Ildefonso? Querem saber quais regiões ficaram com Portugal e quais ficaram com a Espanha? O professor Maurício Costa (@malcosta) pode ajudá-los. Mandem um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com.


 

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Uso dos porquês - Português/Redação


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #portugues #redacao #escrita

Os alunos do Curso de Redação do Diálogo Diplomático, ao estudarem a distinção entre “por que”, “porquê”, “por quê” e “porque”, preparam-se tanto para a prova de português, na primeira fase, como para a redação, na segunda fase. Ademais, inseri-los corretamente em uma dissertação pode ajudar a fundamentar a argumentação daquilo que se escreve. Vamos diferenciá-los por meio de exemplos? “Porque”, junto e sem acento, é utilizado em frases afirmativas, as quais introduzem causa/explicação. “Por que”, separado e sem acento, é introduzido em frases interrogativas. “Porquê”, junto e com acento, é inserido como substantivo, no momento em que o vocábulo que o antecede for um artigo. “Por quê”, separado e com acento, é aplicado no final de período. Consequentemente, podemos imaginar uma conversa entre dois amigos que estudam para o CACD: - Por que aprender os porquês da nossa língua materna parece ser tão complicado? Indago, por quê? - Recomendo que você acesse as redes sociais do Diálogo Diplomático, porque foi feita uma postagem a respeito desse tema. Saibam, caríssimos seguidores, que o professor Maurício Costa (@malcosta) pode auxiliá-los para as diferentes fases e disciplinas do CACD. Por isso, não deixem de enviar um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com.


 

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Café - Economia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #economia #brasileira #cafe

No Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, ao estudar economia brasileira, tem-se contato com o café. Estima-se que esse produto tenha chegado ao Brasil na primeira metade do século XVIII e que, inicialmente, tenha sido plantado no norte do país. Historicamente, o café fez parte de uma enorme fatia das exportações brasileiras. Além disso, há vários exemplos de sua participação ao longo da história, como a queima ocorrida no primeiro governo Vargas. Economicamente, pode-se afirmar que ele é um produto estruturado no mercado da concorrência perfeita, na medida em que o mercado cafeeiro contém muitos produtores, incontáveis consumidores, é homogêneo (não existe diferenciação brusca nos produtos oferecidos) e não existem barreiras para entrar ou sair do negócio. O assunto não se esgota aqui. Vocês gostariam de conhecer melhor as distintas fases e matérias do CACD, futuros secretários? O professor Maurício Costa (@malcosta) pode contribuir com a sua preparação. Contatem-nos: contato@dialogodiplomatico.com.


 

terça-feira, 19 de outubro de 2021

Meio Ambiente - Política Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #politicainternacional #meioambiente

Os alunos do Coaching Avançado do Diálogo Diplomático não só conhecem as bases dos tópicos do edital, como também são atualizados. Ao escrever a respeito do meio ambiente, em política internacional, eles aprenderão assuntos como a Convenção para a Preservação de Animais, Pássaros e Peixes da África; a Convenção para a Proteção dos Pássaros Úteis à Agricultura; a Convenção para a Preservação da Fauna e da Flora em seu Estado Natural; a Conferência da Biosfera; a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente Humano; a criação do Programa das Nações Unidas para Meio Ambiente; o Tratado de Cooperação Amazônica; a Convenção de Viena sobre a Camada de Ozônio; o Protocolo de Montreal; a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento; a Rio+20. Podemos perceber que não faltariam argumentos para a realização de uma prova de terceira fase. Gostariam de saber como redigir textos de acordo com o padrão de correção da banca do CACD, aspirantes ao serviço exterior brasileiro? O professor Maurício Costa (@malcosta) pode cooperar. Enviem uma mensagem para contato@dialogodiplomatico.com.


 

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Logística - Geografia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #geografia #logistica #transporte

Ao estudar geografia no Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, analisa-se que, em virtude dos avanços tecnológicos, a logística pode ser empregada mediante distintos meios de transporte. Tal possibilidade permite sua descentralização, pois passa a ser viável planejá-la em um ambiente, desenvolvê-la e finalizá-la em outros. Entendam, além disso, que, antes da tomada de decisão, alguns fatores serão levados em consideração, como a distância, a exigência e o valor daquilo que se carrega. As opções variam entre as conduções aérea, rodoviária e marítima. O transporte aéreo, a despeito de ter elevados preços, consegue levar produtos de alto valor de forma rápida e segura. Ao depender da localização, da necessidade e do valor do produto, no entanto, o transporte rodoviário pode ser a melhor escolha, dado que existem inúmeras rodovias que conectam as diferentes regiões do Brasil. Em contrapartida, em uma hipótese na qual se deseje atravessar o Oceano Atlântico, com a finalidade de levar grandes quantidades de produtos, tais como aqueles armazenados em contentores, o transporte marítimo pode ser a via preferencial para a deslocação. Querem aprender a redigir um texto segundo as exigências da banca? O professor Maurício Costa (@malcosta) pode colaborar. Escrevam para contato@dialogodiplomatico.com.


 

sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Imunidade Diplomática - Direito Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #direitointernacional #imunidadediplomatica

Ao treinar questões discursivas no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, aprende-se como funciona a imunidade diplomática, em direito internacional. CACDistas, vocês conhecem a proteção que terão no exterior assim que tiverem a primeira remoção? A princípio, deve-se saber a respeito da Convenção de Viena de 1961 sobre Relações Diplomáticas, porquanto ela representa os privilégios e as imunidades obtidos por funcionários de missões diplomáticas. Posteriormente, é preciso estudar a diferença entre o Estado acreditante e o Estado acreditado, a missão diplomática e quem a chefia, as funções exercidas por um diplomata, o “agrément”, o significado e as consequências de ser considerado “persona non grata”, as imunidades recebidas pelas pessoas que acompanham o diplomata ou que trabalham com esse representante do Estado brasileiro, ainda que desempenhem tarefas diferentes das dele. Se serve de motivação, futuros secretários, ao sair do Brasil para trabalhar, vocês poderão ter privilégios previdenciários, fiscais e alfandegários. Para matricularem-se em nossos cursos de Coaching e/ou Redação, com o professor Maurício Costa (@malcosta), redijam um e-mail para contato@dialogodiplomatico.com.


 

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Oriente Médio - História Mundial


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #historiamundial #orientemedio

No Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, o professor Maurício Costa (@malcosta) orienta seus alunos quanto às origens dos tópicos do edital, como Oriente Médio, em história mundial. Para esse ponto, todo CACDista deve conhecer conteúdos tais quais o fim do Império Otomano e suas repartições, as religiões islâmica, judaica e cristã, a Declaração Balfour, o Acordo Sykes-Picot, o movimento sionista, a Liga Árabe, a criação do Estado de Israel, a Guerra de Suez, a Organização para a Libertação da Palestina, a Guerra dos Seis Dias, a Guerra do Yom Kipur, os Acordos de Camp David, a Revolução Iraniana, a Intifada, a Guerra entre Irã e Iraque, a Guerra do Golfo, o Acordo de Oslo, entre muitos outros eventos. Todos esses fatores ajudam o candidato a entender a conjuntura política que ocasionou, por exemplo, a Primavera Árabe e, mais recentemente, o acordo entre Israel, Bahrein e Emirados Árabes. Se você, caríssimo candidato, almeja uma preparação que abranja as diferentes fases e matérias do CACD, não hesite em entrar em contato conosco: contato@dialogodiplomatico.com.


 

quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Adjunto Adnominal e Complemento Nominal - Português/Redação


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #portugues #redacao #escrita #escrever #adjuntoadnominal #complementonominal

Os alunos do professor Maurício Costa (@malcosta) aprendem gramática e técnicas de escrita no Curso de Redação do Diálogo Diplomático. Em língua portuguesa, a título de exemplo, conhece-se a diferença entre adjunto adnominal e complemento nominal. Aquele compõe substantivo, pode aparecer com preposição ou não, pode ter valor de posse e pode ter valor de agente do termo anterior. Este compõe substantivo, adjetivo ou advérbio, aparece com preposição, pode ter valor de paciente do termo anterior. Vamos aos exercícios? Treinem com as seguintes frases: “A descoberta do Brasil aconteceu em 1500.”, “A descoberta de Pedro Álvares Cabral aconteceu em 1500.”, “A reação do embaixador foi inesperada.”, “A reação ao embaixador foi inesperada.”, “A comemoração do CACDista aprovado foi linda.”, “A comemoração da aprovação foi linda.”. Com base na explicação acima, vocês conseguem diferenciar um adjunto adnominal de um complemento nominal? Saibam, ademais, que a ordem das frases (sujeito, verbo, complemento) pode inverter, para tentar induzi-los ao erro, como na oração “Avessa às reprovações passadas, ela se matriculou no Diálogo Diplomático.”. Futuros diplomatas, estudar a língua portuguesa é uma tarefa diária, visto que, além de valer 10 pontos na primeira fase do concurso e de ser um fator de classificação para a terceira fase, vocês a utilizarão diariamente na carreira. Gostariam de aprimorar suas habilidades? Falem conosco: contato@dialogodiplomatico.com.


 

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Poder Constituinte - Direito Interno


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #direitointerno #poderconstituinte #constituicao #cf #federal

Mediante as orientações do professor Maurício Costa (@malcosta), no Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, o candidato é preparado para as fases objetiva e discursiva do CACD. Quanto ao Poder Constituinte, em direito interno, por exemplo, precisa-se saber que suas funções são criar e aprimorar a Constituição, como no caso dos poderes Constituinte Originário e Constituinte Derivado. Ademais, é essencial conhecer três categorias do Poder Constituinte Derivado, uma vez que a banca examinadora pode trocar suas reais atribuições. Primeiramente, fazemos referência ao Poder Constituinte Derivado Reformador, o qual formula emendas constitucionais. Posteriormente, informamos a respeito do Poder Constituinte Derivado Decorrente, o qual institui constituições estaduais. Finalmente, mencionamos o Poder Constituinte Derivado Revisor, que trata de emendas constitucionais de revisão. Se você, querido seguidor, deseja ser orientado para as distintas disciplinas e fases do CACD, podemos ajudá-lo. Escreva-nos: contato@dialogodiplomatico.com.


 

sexta-feira, 8 de outubro de 2021

Divisão de Mundo - História do Brasil


#cacd #diplomacia #diplomata #historiadobrasil #seculoxv #alcacovas-toledo #tordesilhas #bulaintercoetera

No Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, nossos alunos treinam questões discursivas com o professor Maurício Costa (@malcosta). Para exemplificar, caros aspirantes à carreira de diplomata, criemos uma questão de terceira fase que cite o Brasil pré-colonial. Sabiam que, a depender do enunciado, vocês precisarão remeter-se ao século XV? Afinal, dado que essa conjuntura abrange a “divisão de mundo” entre Portugal e Espanha, é necessário conhecer suas intenções iniciais. Logo, ao elaborar seus apontamentos, poderão ser mencionados o Tratado das Alcáçovas-Toledo, a Bula Inter Coetera e o Tratado de Tordesilhas. No primeiro caso, Portugal manteve o controle sobre suas possessões, Guiné, Costa da Mina, Madeira, Açores, Ilha das Flores e Cabo Verde, enquanto Castela teve reconhecida sua soberania sobre as Canárias. No segundo, uma bula do Papa Alexandre VI, 100 léguas a oeste além de Cabo Verde ficariam com a Espanha, ao passo que o que viesse antes de 100 léguas ficaria com Portugal. No terceiro, definiu-se como linha de demarcação o meridiano a 370 léguas a oeste de Cabo Verde, o que foi ótimo para os portugueses, pois suas possessões foram ampliadas. Essa e várias outras informações são aprendidas e aprimoradas em nossos cursos de Coaching e/ou Redação. Para mais informações, falem conosco: contato@dialogodiplomatico.com.


 

quinta-feira, 7 de outubro de 2021

Comércio Exterior - Economia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #economia #comercioexterior

Dado que instrumentos de política comercial são tópicos presentes na matéria de economia, seus temas são estudados no Programa de Coaching do Diálogo Diplomático. Iniciamos com as tarifas, as quais são impostos que podem ser cobrados na importação e na exportação de um produto, tanto de forma ad valorem como de forma específica. Em seguida, compartilhamos os subsídios, os quais são caracterizados quando o governo renuncia um recebimento que teria direito e/ou quando utiliza um aporte financeiro. Por fim, fazemos alusão às quotas, que significam uma restrição na quantidade das importações. De igual modo, o aspirante à carreira de diplomata precisa compreender a lógica do que pode acontecer quando uma economia é aberta e quando uma economia é fechada, tal como a estrutura de seus diferentes gráficos. Matriculem-se em nossos cursos de Coaching e/ou Redação, com o professor Maurício Costa (@malcosta), e estudem economia em suas perspectivas micro, macro, brasileira e internacional, queridos CACDistas. Nosso e-mail é contato@dialogodiplomatico.com.


 

quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Acentuação - Português/Redação


#cacd #diplomacia #diplomata #portugues #redacao #linguaportuguesa #gramatica #acentuacao

No Curso de Redação do Diálogo Diplomático, os nossos alunos também aprendem acentuação. A despeito das alterações como consequência da reforma ortográfica, sua base permanece. Primeiramente, queridos CACDistas, espera-se que vocês discernam palavras proparoxítonas, paroxítonas e oxítonas. Essas nomenclaturas discorrem de termos em que a sílaba tônica está na última, na penúltima ou na antepenúltima sílaba. Concretamente, as oxítonas terminam em “a(s)”, “e(s)”, “o(s)”, “em”, “ens”, as paroxítonas em “r”, “n”, “l”, “x”, “i(s)”, “u(s)”, “um(s)”, “on(s)”, “ã(s)”, “ps”, “ditongos”, e a proparoxítonas são todas acentuadas. Exemplos: diálogo, lápis, café. Notem, além disso, que os monossílabos tônicos terminados em “a(s)”, “e(s)”, “o(s)” são igualmente acentuados, como “lá”, “vês”, “sós”. Conhecer o sentido de ditongo, tritongo e hiato, outrossim, irá ajuda-los no estudo dessa parte do edital. Por fim, vamos a algumas mudanças em razão da reforma? Palavras terminadas nos hiatos “oo(s)” e “eem” perderam o acento, tais como “voo”, “enjoo”, “creem”, “leem”. Do mesmo modo, ditongos abertos, “éi” e “ói”, perderam o acento em palavras paroxítonas, bem como “boia”, “ideia”, “assembleia”. Futuros diplomatas, cometer erros de acentuação na redação de língua portuguesa ocasiona penalizações que podem impedi-los de atingir a média, embora o nosso ensino tenha a nota máxima como objetivo. Caso desejem aprimorar não só a escrita, mas também as técnicas exigidas no concurso, nós podemos ajudar. Falem conosco pelo contato@dialogodiplomatico.com, a fim de terem aulas com o professor Maurício Costa (@malcosta).


 

terça-feira, 5 de outubro de 2021

Globalização - Geografia


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #geografia #globalizacao #miltonsantos

Nos encontros no Coaching Avançado do Diálogo Diplomático, nossos alunos obtêm dicas e técnicas para as questões de terceira fase do CACD. Em geografia, tendo como exemplo, a globalização pode ser entendida como um fenômeno que envolve aspectos sociais, econômicos, políticos, culturais, institucionais e tecnológicos. Em meio aos argumentos apresentados ao examinador, é possível mencionar Milton Santos e o que ele chama de “a existência de pelo menos três mundos num só”: o mundo tal como nos fazem vê-lo: a globalização como fábula; o mundo tal como ele é: a globalização como perversidade; o mundo como ele pode ser: uma outra globalização. Ao utilizar tais análises, vocês, queridos candidatos, poderiam argumentar sobre a morte do Estado, o encurtamento das distâncias, os interesses internacionais, o desemprego, a fome, as novas enfermidades, a construção de um novo mundo. Recordem, entretanto, que é preciso seguir as instruções do enunciado atentamente. Gostariam de aprender a escrever consoante cada matéria do edital? Não hesitem em contatar-nos pelo contato@dialogodiplomatico.com, para terem aulas com o professor Maurício Costa (@malcosta).


 

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Pós-Guerra Fria - Política Internacional


#diplomacia #diplomata #cacd #cacdista #politicainternacional #organizacao #nacoesunidas #onu

No Programa de Coaching do Diálogo Diplomático, o professor Maurício Costa (@malcosta) orienta seus alunos por meio tanto das bases como das atualizações nas matérias do edital. Em política internacional, por exemplo, nota-se que especialistas começaram a analisar as relações internacionais a partir do fim da Guerra Fria. Francis Fukuyama disse que haveria o “fim da história”, porquanto, segundo sua concepção, a democracia liberal seria o modelo político a ser seguido. Boutros-Boutros Ghali, secretário-geral da ONU nos anos 1990, escreveu um artigo conhecido como “Empowering the UN”, assim como foi responsável por um documento chamado “Agenda para a Paz”, o qual contém cinco princípios (diplomacia preventiva, peacemaking, peacekeeping, peace enforcement, peace building). No que diz respeito à Organização das Nações Unidas, os anos 1990 ficaram conhecidos como a “Década das Conferências”. Em meio a alguns exemplos, estão a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, a Conferência Internacional de Direitos Humanos, a Conferência Internacional sobre População. Passados os anos, surgiram tópicos que todo CACDista precisa conhecer, como a responsabilidade de proteger, a responsabilidade ao proteger, além das propostas de reforma no Conselho de Segurança da ONU. Em nossos cursos de Coaching e/ou Redação, vocês estudarão as bases das matérias, acompanharão atualidades e aprenderão a escrever de acordo com o padrão da banca examinadora. Matriculem-se mediante contato@dialogodiplomatico.com.